Abandono na Rua

Você está aqui:
TODOS
Abandono na Rua



Abandono na Rua

“José de Souza Santos, 59 anos. A minha história, eu fui abandonado pelos meus pais, aqui antigamente era creche, nunca mais vieram me buscar em São Paulo. Dormi duas noites aqui e depois fui pro Belenzinho, depois me transferiram lá pra Sorocaba, cresci lá, não conheço nem pai nem mãe, fiquei em Sorocaba até os 18 anos, depois fiquei no albergue lá, trabalhei na demolição.

Não fiquei muito tempo, sabe. Por causa de uma dor de barriga me mandaram embora, não avisei que ia faltar e me mandaram embora. Essa pessoa que trabalhou comigo que saiu comigo já morreu, ele queria sair porquê me mandaram embora, aí acabou saindo comigo. Ele já morreu, já faz muito tempo. Foi quando eu vim para São Paulo e cai na rua. Eu durmo mais no albergue do que na rua, na rua é muito perigoso ficar, dia 19 de agosto andaram matando morador de rua, melhor no albergue, ainda mais essa época de frio.”

Tags: Adulto, Daniel Arroyo, Homem, Individual, Meio Corpo, morador de rua, PROAC, São Paulo, São Paulo (Cidade), Sentado, Sudeste

Informações

Cidade
São Paulo - SP
Data
Junho 2017
Fotógrafo
Daniel Arroyo
Compartilhe com seus amigos!