Aprender a aprender

Você está aqui:
TODOS
Aprender a aprender



Aprender a aprender

‘Nasci em Guarulhos e antes dos 3 anos de idade e, após o divórcio dos meu pais, fui morar na zona leste de São Paulo com meus avós maternos. Foi com eles que formei meu caráter e comecei a traçar meus objetivos. No bairro onde cresci comecei a ter minhas primeiras referências, fiz meus primeiros amigos e aprendi o significado da palavra dignidade. Estudei em escolas particulares e públicas, pratiquei esportes, criei meus vínculos de relacionamento, criei asas e voei.

Ainda durante a adolescência o jornalismo entrou na minha vida. Viciado e fissurado pelo Corinthians, foi por ele que gastei minha primeira moeda numa banca de jornal e depois dessa moeda, outras e outras… Bastava o ‘Timão’ ganhar na rodada de domingo que lá estava eu na segunda-feira de manhã limpando as prateleiras da banca e levando todos os jornais de esportes pra casa. Naquele momento aprendi a ler um texto jornalístico, a entender o poder de uma fotografia e enxergar o valor histórico dessa dobradinha, foto e texto.

Ai, já com uma câmera analógica na mão comprada pra fotografar por hobbie, comecei a me inspirar em grandes nomes do jornalismo esportivo para dar o primeiro passo, que era entrar na faculdade e me tornar um profissional respeitados como eles. Logo consegui juntar a fotografia de lazer com a paixão pelo jornalismo e através de uma agência de notícias me tornei fotojornalista. Descobri que as coisas eram bem mais difíceis do que eu pensava. Respeito e admiração nunca será unânime, aprendi que o jornalismo nunca vai mudar o mundo, apenas apresentar suas vertentes, descobri também que toda informação tem dois lados, duas ou mais interpretações, dois ou mais interessados em algo antes de propagar um fato. Descobri que não existe apenas uma verdade.

Foi inesquecível o primeiro dia que entrei em uma redação de jornal como fotojornalista contratado, momento esse que ainda não foi superado por nenhum outro, mas destaco duas viagens onde tive a oportunidade de exercer minha profissão da forma que sempre sonhei. Mundial de Clubes em 2012 no Japão e a Copa América em 2015 no Chile. Ali, senti a verdadeira a responsabilidade de produzir o melhor material possível para aquele garoto de hoje, que vai à banca de jornal na segunda de manhã. Seja ele quem for.

Aprendi com o tempo que tudo que aprendemos pode ser nada comparado ao que ainda temos que aprender.Através das minhas imagens eu tento compartilhar as emoções que presenciei in loco. Sob os fatos do meu ponto de vista, convido o receptor do meu material a dividir o visor da câmera comigo. A mensagem vai depender do fato registrado, da reflexão social quando assim requerer, da descontração quando o assunto nos permitir, a apreciação estética quando a arte estiver agregada e principalmente, humor, ainda que sarcástico, pois uma pitada de alegria não faz mal a ninguém.’

Tags: Adulto, Amigos, Campinas, Erica Dezonne, Fotógrafos, Homem, Individual, São Paulo, Sudeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Informações

Cidade
Campinas -SP
Data
Agosto 2015
Fotógrafo
Erica D. Dezonne
Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *