Arte de superar-se

Você está aqui:
TODOS
Arte de superar-se



Arte de superar-se

“Tenho quase 22 anos e sou atleta a quase 7 anos, sempre com a natação. Eu sempre gostei de piscina, desde criança, mas um dos nossos treinadores estava precisando dar continuidade a um projeto e, portanto, estava procurando pessoas novas. Ele estava procurando pessoas que quisessem aprender a nadar e foi aí que eu entrei nessa. No começo eu não queria competir, de jeito nenhum, só queria aprender a nadar. Mas aí eu peguei amor pela coisa e hoje em tenho mais de 160 medalhas, já fui da seleção brasileira de jovens. Estamos aí entre os três do Brasil e querendo conquistar mais coisa, se Deus quiser, mais pra frente.

Essa arte de superar-se a cada dia, superar seus limites. A natação foi uma coisa que fez eu superar a minha deficiência também, porque eu perdi a visão aos 11 anos, e a natação foi uma coisa que me abriu muitas portas, na minha vida, que meu problema não era o maior do mundo, que tinha muitas coisas que eu podia viver. Foi uma das coisas bem bacanas que aconteceram comigo.”

Tags: Adulto, Atletas, Brenda, Em pé, Ginásio, Indaiatuba, Individual, Meio Corpo, Natação, Piscina, PROAC, São Paulo, Sudeste, Tomás Cajueiro

Informações

Cidade
Indaiatuba - SP
Data
Março 2017
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!