Arte no Capão

Você está aqui:
TODOS
Arte no Capão



Arte no Capão

“Sou o Carlos Henrique, tenho 31 anos, moro aqui no Capão Redondo desde que nasci, atualmente faço grafite mas desde pequeno gosto de desenho. Minha infância foi toda como pichador, aí a gente cresce e precisa pagar as contas, então ‘tô’ há uns 3 anos dedicando a grafite na rua, legal, ilegal, autorizado, não autorizado. Eu gosto da exposição da rua, de passar em algum lugar e ver minha marca, além de ser uma válvula de escape, tira o foco dos problemas.
Sou motoboy, minha família tem uma pequena confecção de costura mas eu faço meu corre separado deles. Atualmente moro com os meus pais, morei com uma mulher durante 2 anos, não deu certo. Tenho meus corres e o grafite pra mim é o que eu tenho de hobby, de lazer, de diversão. Eu não jogo futebol, não gosto, além disso sou todo quebrado por causa dos acidentes de moto.

Gosto de arte. Mas o acesso aqui no Capão, como toda periferia é escasso. É muito difícil alguém ter alguma visão sobre alguma coisa, o que ele vê é o dono da biqueira que anda com carrão, com mulher. Então as crianças daqui só vê isso, ninguém tem a visão de que pode se criar longe do crime. O que chega pra lá da comunidade é notícia de os roubos, os assaltos… é isso que influência a criançada aqui, ‘tá’ ligado?

Hoje em dia tem o CEU, algumas coisas, ‘tá’ melhor que antes mas ainda é muito pouco. E ‘tá’ chegando agora, com internet, comunicação. Melhor do que antes, hoje tem alguma coisa já, tem muita criança na rua que não faz nada, vai no ponto de ônibus roubar um celular, essas coisas. Aqui na quebrada tem muita gente que ‘tá’ saindo agora, e mano, Capão Redondo não é só noticiário policial. Tem muita gente boa, mas é isso, é igual todo lugar que o Estado falta, se tivesse alguma coisa que atraísse os turistas pra cá, eles viriam, sabe? Falta o Estado chegar pra ajudar.”

Tags: Arte, Em pé, grafite, Meio Corpo, PROAC, Rogerio Padula, Rua, São Paulo, São Paulo (Cidade), Sudeste

Informações

Cidade
São Paulo – SP
Data
Junho 2017
Fotógrafo
Rogério Padula
Compartilhe com seus amigos!