Cultura Popular

Você está aqui:
TODOS
Cultura Popular



Cultura Popular

“No ano 2000 eu comecei a conhecer a questão da cultura popular. Essa caminhada de uns dezessete anos pela cultura tem sido muito boa. Conheci muitas coisas, fui pra muitos lugares. Ainda mais porque eu permeio no meio da cultura, quando dos Urucungos, quando da Capoeira, quando do Jongo. Eu não sou assim, de uma cultura. A cultura tem várias expressões, vários ritmos e várias casas.

A nossa cultura popular é muito importante, muito rica em várias formas e fruto de várias misturas. Mistura do jongo, das cirandas, do coco, do maracatu, tudo isso é uma junção. Eu gostar muito dessas coisas faz com que eu vá atrás, procure. Se tem uma roda de coco num outro lugar, se eu ficar sabendo, eu vou lá, eu deixo de fazer outras coisas pra ir lá, essas coisas me puxam.

Minha vida sempre foi dedicada a isso. Antes de conhecer essa coisa cultural, eu sempre estive no meio da capoeira. Eu tinha uns 19 anos quando entrei num grupo de capoeira. Isso em 79, logo depois que eu saí do exército. Quando conheci a capoeira eu não consegui mais sair desse meio. Como a capoeira tem um pouco da cultura do samba de roda, da puxada de rede, tudo isso acaba fazendo com que você vá ficando e conhecendo outras expressões. Fui ficando nesse mundo, o tempo foi passando, casei, separei, aconteceram muitas coisas, mas eu nunca consegui sair desse meio da cultura, e cada vez eu entro mais.”

Tags: Adulto, Artistas, Campinas, Dança, Em pé, Homem, Individual, Músicos, PROAC, Rosto, Rua, São Paulo, Tomás Cajueiro

Informações

Cidade
Campinas - SP
Data
Junho 2017
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!