Locutor de sonhos

Você está aqui:
TODOS
Locutor de sonhos



Locutor de sonhos

“Meu nome é João Sousa, eu sou locutor da cidade, eu tenho 61 anos. Faço esse trabalho há 25 anos, um trabalho desse romeiro que chega a terra de Bom Jesus, esse romeiro que vem pra cá pra renovar a fé. A gente recebe o romeiro lá na entrada da cidade, a gente recebe o romeiro lá e quando a romaria chega. Vou até a comitiva e procuro quem é o responsável… o responsável me passa os dados, me fala qual é essa fé que tira esse homem do trabalho e coloca o homem na romaria.

Pra fazer esse trabalho tem que ter fé. Acabo sentindo tudo aquilo que o romeiro sente na chegada de Iguape, porque ele não vem direto, ele vem parando, então costumo dizer que quando a fogueira é grande e o café é quente, alguém se destaca com uma viola na madrugada e quando cai o dia o romeiro apaga a fogueira e deixa pra trás os vestígios. Deixa pra trás um pedaço da sua história.

O locutor tem que falar a linguagem dos tropeiros. A gente conduz essa comitiva desde a entrada da cidade falando da maneira que eles falam. Lembrei de uma história, um senhor é lá de Itapetininga, ele tem mais ou menos uns 80 anos, então ele vem de traje de peão mesmo. Ano passado ele me falou que “não vinha esse ano porquê nascia uns bezerreiros no pasto, mas chegaram essa comitiva lá e eu não aguentei, falei pro pessoal cuidar do sítio que eu ia pra terra de Bom Jesus” então esse é o romeiro que a gente conduz. Uma pessoa de uma fé inexplicável.”

Tags: Em pé, Homem, Idoso, Igreja, Iguape, Individual, Meio Corpo, PROAC, Rádio, Religioso, São Paulo, Sudeste, Tomás Cajueiro, trabalhador

Informações

Cidade
Iguape – SP
Data
Abril 2017
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!