Minha vida

Você está aqui:
TODOS
Minha vida



Minha vida

“Sou José Paulino Reis, 59 anos, estou aqui no CAPS desde outubro de 2006. O dia a dia meu aqui hoje é muito gostoso, mas quando eu comecei aqui era muito perturbado, eu não tinha assim, vontade de viver mais. Tentei tirar a minha vida, a primeira vez foi com remédios. Comecei com tratamento em 2004, com a doutora, não era aqui no CAPS. Em 2006 eu tentei tirar a vida, ela me deu remédio pra dois meses, eu tava com aquele tanto de remédio em casa, tomei tudo de uma vez. Fui parar no Ouro Verde, aí ela me deu encaminhamento pra vir pra cá.

No começo eu não queria ver. Não, eu nem sabia de CAPS, aí ela me transferiu pra cá, mas eu continuava com ela também, mas, pra ter assim um limite dos remédios, pra não ter aquele tanto de remédios em casa. Eu vim pra cá, eu fui no Ouro Verde, fui no consultório dela, enfim, eles me ajudaram de várias maneiras. Foi a médica que me deu a guia pra vir pra cá, pra fazer a triagem aqui, aí me aceitam aqui e me deram remédio semanal. Mas mesmo assim eu não tava aceitando o tratamento, aí por fim eu tomei o veneno de rato.

Graças ao tratamento no CAPS eu estou bem melhor. Eu me vejo como uma pessoa muito importante, pelo menos eu respeito a minha vida, antes eu não respeitava nem a minha própria vida.Chegar nesse ponto foi muito importante, é importante até hoje. Quando tô lá fora, passando um momento ruim, tô lembrando do CAPS, momento bom, qualquer coisa que tô fazendo de importante, tô fazendo isso aqui porque partiu do CAPS né? Então foi assim, quando eu fui pra escola, eu levava coisa daqui pra escola, trazia coisa da escola pra cá. Foi muito importante, todo dia eu tava aqui.”

Tags: Campinas, Caps, Em pé, Homem, Meio Corpo, PROAC, São Paulo, Sudeste, Tomás Cajueiro

Informações

Cidade
Campinas – SP
Data
Junho 2017
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!