Necessidade de pintar

Você está aqui:
TODOS
  • Necessidade de pintar
  • Necessidade de pintar



Necessidade de pintar

‘Comecei a pintar com carvão nas ruas do Recife muitos anos tarás. Ai daqui a pouco começou a juntar gente e percebi que eu tinha jeito pra coisa. Eu tinha 19 anos na época e tive que enfrentar muitos obstáculos porque as pessoas aqui não entendiam. ‘Como assim, vai ser artista ?’, me perguntavam. Mas tem algo dentro de mim que me impulsionava, que ainda me impulsiona, a não parar. Graças a Deus não parei porque a pintura me deu uma vida e muitas experiências.

A pessoa tem que pintar com sentimento né , eu mesmo sinto a necessidade de pintar. Isso não entendiam quando eu era moço. Ser pintor não é uma escolha, simplesmente somos ! Quando estou alegre pinto o carnaval, quando estou triste pinto os amores que deixei. É coisa que vem lá dos cosmos , vai entender.’

Tags: Artistas, Homem, Idoso, Individual, Nordeste, Olinda, Pernambuco, Pintor, Tomás Cajueiro, trabalhador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Informações

Cidade
Olinda - PE
Data
Janeiro 2015
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *