O sertão de antigamente

Você está aqui:
TODOS
  • O sertão de antigamente
  • O sertão de antigamente



O sertão de antigamente

‘Aqui antigamente as pessoas passavam fome. Mas fome pesada meu filho. Tinha uma enxada eo os braços pra ganhar o pão de casa dia. Meu pai, que era dentista , devagarinho foi comprando terra por aqui. Ele era muito zeloso e guardava sempre um pouquinho do que ganhava. Ele colocava o feijão e macaxera no armazém, mas chegava uma hora que dava bicho. O que ele fazia ? Antes de estragar chamava o povo todo pra trabalha, esse povo que passava fome, e pagava com comida e um pouquinho de dinheiro pra eles comprarem açúcar, café e sabonete. Ele não tinha muito dinheiro pra pagar , mas ai ninguém passava fome né ?’

Tags: Afogados da Ingazera, Agricultor, Homem, Idoso, Individual, Nordeste, Pernambuco, Tomás Cajueiro, trabalhador

Informações

Cidade
Afogados da Ingazera - PE
Data
Janeiro 2015
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!