Pessoas de Fora

Você está aqui:
TODOS
Pessoas de Fora



Pessoas de Fora

“Tem algo que me surpreende: as pessoas que saem daqui da nossa terra, passam um tempo fora e querem voltar pra cá como turista. É impressionante, a maioria volta como turismo. Volta de carrão, encosta, e começa: “olha que legal que vocês estão fazendo”, “trouxe uns colegas aqui pra conhecer o que vocês fizeram”. Tratam nossas coisas, que são as coisas deles também, na terceira pessoa, como se eles não fossem parte disso tudo aqui. Eles não se auto-denominam como caiçara. Sabe o que é melhor? É tudo carro financiado, tudo dívida, paga aluguel, ô meu, não dá pra entender!

Eu não, eu defendo e tenho orgulho da minha cultura. Eu defendo a minha música. Tem muita gente que fala assim “porra, esses caras ganham dinheiro com fandango direto que não sei o quê”, eu posso dizer que eu ganho sim dinheiro com fandango hoje em dia. Eu construo meus instrumentos, eu me apresento, eu trabalho, eu me apresento, faço apresentação musical. Isso é importante, não faço fandango quando estou em turnê, faço é apresentação musical.

Isso pra mim não é fandango é uma apresentação de fandango com a qual eu ‘tô’ apresentando como que o fandango é. Fazer fandango é aqui no sítio, fazer fandango é juntar toda a galera, todo mundo se revezar, “vamo tocá?”, isso é fandango pra mim. Fandango são amigos, família, cultura.”

Tags: Adulto, Artistas, Caiçara, Casa, Em pé, Homem, Iguape, Individual, Meio Corpo, Músicos, PROAC, São Paulo, Sudeste, Tomás Cajueiro

Informações

Cidade
Iguape – SP
Data
Março 2017
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!