Recado da pesca

Você está aqui:
TODOS
Recado da pesca



Recado da pesca

“Tem um pensamento que carrego comigo que é o seguinte: ‘Deus deu pra todo mundo aí o homem veio e fez esse monte de lei pra ficar pra poucos’. Sabe, empecilhos no meio, pra que a pessoa queira aceitar, acatar as ordens deles. Mas sei lá, tudo errado na verdade.

Olha a situação da pesca. Os pescadores e pessoas que trabalham na pesca estão querendo parar durante três meses, parar. Parar em todo o país. ‘Tamo’ tentando reunir todas as pessoas que, não só o pescador, como também quem sobrevive da pesca pra poder parar e fazer uma revolução sobre o nosso trabalho. Porque tudo é proibido hoje, ‘tamo’ trabalhando como se fossemos ladrão, bandido e ninguém é isso.A gente queria que o governo se conscientizasse de que nada que ele ‘tá’ fazendo é correto pra essas pessoas humildes que sobrevivem disso, então não adianta você colocar mais despesa e mais despesa no barco e chegar lá e não poder trabalhar porquê a lei não permite. É totalmente errado.

Então o que eu queria falar é o seguinte, pra que isso vá pra mesa de algum juiz, alguma coisa que tenha o poder de reverter essa situação porquê se você puxar na maioria dos sites os peixes tudo é extinto, e nada disso é verdade, nada desses peixes. A raia não ‘tá’ extinta, o bagre não ‘tá’ extinto, o batata não ‘tá’ extinto, todos esses peixes que eles falam que ‘tá’ extinto, não ‘tá’. isso é tudo conversa de biólogo que não entende o dia a dia do mar. Quando ‘tô’ no mar o que eu vejo não é assim, agora tem projeto pra tartaruga, projeto pra raia, projeto pra não sei o que, e projeto pro ser humano? Será que isso não vê? Não conta? Um monte de emprego que ‘tão’ tirando aí? Milhares e milhares de pessoas aí?

Tem até gente passando fome por causa disso. Trabalhador, que sobrevive da dignidade, né? Do trabalho digno, não roubando. Agora a defesa do camarão, por exemplo, se você sai com uma embarcação dessa aí você é preso. Preso, como ladrão e não tem fiança.”

Tags: Adulto, Barco, Em pé, Guarujá, Homem, Individual, Meio Corpo, Pescador, Praia, PROAC, São Paulo, Sudeste, Tomás Cajueiro, trabalhador

Informações

Cidade
Guarujá – SP
Data
Março 2017
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!