Trabalho nas ruas

Você está aqui:
TODOS
Trabalho nas ruas



Trabalho nas ruas

“Aparecido Cardoso, vou fazer 61 anos agora em outubro. essa atividade é uma atividade que praticamente eu trabalhei em várias empresas em São Paulo e até agora não pude pagar o restante pra completar o INSS, eu queria pagar de uma vez mas não pude pagar, o meu serviço na minha cidade não existe mais, trabalho braçal não tem mais, agora é tudo máquina nova… trabalhei em fazenda com café, também cortei cana, e voltei nesse trabalho porquê não conseguia aposentar, tem gente aí que nunca trabalhou e consegue aposentar, quer dizer, não dá pra ganhar muito, latinha era 3,20, hoje é 2,70 então complica.

Não tenho horário certo de trabalho. Eu tenho pouca freguesia mas vou catando em todo lugar, pego jornal, pego tudo. Tem vários preços, o que é melhor é a latinha e o cobre, o certo é trazer o cobre descascado já. Acho que ao todo, trabalhei em São Paulo, aqui, por baixo uns 20 anos. Trabalhei em empresa em São Paulo mas na época eu não ‘tava’ nem ai, era moleque novo, só pensava em mulher… sei que trabalhei em várias empresas lá, em São Caetano também, mas aqui é difícil arrumar emprego, eu não tenho curso, só aprendi tudo na raça, em 75 fui pra São Paulo e comecei trabalhar… ‘tô’ tentando aposentar mas ‘vamo’ ver, ‘tá’ difícil, eu falei com o advogado e ele falou que ia tirar meu registro de novo, então ‘tô’ tentando, mas não tenho pressa.”

Tags: Em pé, Homem, Idoso, Meio Corpo, PROAC, Rua, São Paulo, São Paulo (Cidade), Sudeste, trabalhador

Informações

Cidade
São Paulo – SP
Data
Maio 2017
Fotógrafo
Tomás Cajueiro
Compartilhe com seus amigos!