Vida de mudanças

Você está aqui:
TODOS
Vida de mudanças



Vida de mudanças

‘Sempre tive uma vida de mudanças desde que nasci. Acho que por isso gosto tanto de estar em um novo lugar sempre. Nasci em Marília, SP, onde tive minha infância de interior que me traz lembranças maravilhosas. Ficamos lá por 10 anos e depois fomos pra perto da família, em Vinhedo, SP, por mais quase 10 anos também. Ainda tive uma passagem rápida por Campinas e resolvi ir morar sozinho. Com 19 anos fui pra Olinda, PE. Fique novamente por 10 anos e aí poderia escrever um livro sobre tudo q vivi lá. Seguindo a tendência, chegou em 10 anos eu mudo. E então fui pra João Pessoa, PB, com uma rápida passada pelo interior, cidade de Princesa Isabel, e voltei para a capital onde casei e tive a coisa mais importante da minha vida. Meu filho. O que me fez começar a pensar em um local melhor pra ele. E mexendo os pauzinhos da vida, finalmente cheguei em Londres onde estou.
Depois q meu filho nasceu eu e minha esposa começamos a ver o quão difícil, perigoso e complicado é o Brasil também pra crescer. Aproveitando a cidadania da minha família e uma prima que já mora aqui, Londres foi a escolhida pra tentar criar uma criança com uma educação de boa qualidade, segurança e saúde dignos sem precisar pagar a mais por isso. Então eu vim primeiro pra organizar as coisas e logo logo vem a família.
Não é nada fácil! A dificuldade é encontrar a paciência necessária para crescer profissionalmente. Você chega aqui e começa do zero. Não tem network, ninguém conhece sua faculdade, seus antigos empregos, sua experiência, sem contar a língua. Então você tem que ter paciência pra mostrar competência e provar que pode sim almejar cargos cada maiores em qualquer empresa. E isso não acontece em 2 meses….Mas a meta é de ficar aqui um bom tempo. Quanto ainda não sei, e vontade de voltar nenhuma. Não vejo a hora de ver meu filho correndo pelos parques londrinos.

– Do que sente mais saudade do Brasil?
Acho que no momento, a família. Estou aqui há 5 meses então ainda não tem muita coisa que me faça morrer de saudades. Outro dia me deu vontade de comer picanha, que não é tão fácil de encontrar, mas nada que uns grupos de brasileiros no Facebook não pudessem resolver. Rapidíssimo encontrei um Açougue Gaúcho aqui e matei minha vontade.

Tags: Adulto, celular, Em pé, Erica Dezonne, Europa, Homem, Imigrante, Individual, Inglaterra, Londres, Meio Corpo, Praça, trabalhador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Informações

Cidade
Londres - GB
Data
Abril 2016
Fotógrafo
Erica Dezonne
Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *