Vida no campo

Você está aqui:
TODOS
Vida no campo



Vida no campo

“Eu sou Jair e vim de Mogi Guaçu em 2003, a gente costuma dizer que aqui é Bauru. Rapaz, o sofrimento foi grande, na época eu deixei meu emprego em rumo ao desconhecido. Toda vida eu trabalhei no campo, única carteira registrada que eu tive foi rural, agora eu quero ver se consigo me aposentar, a gente ‘tá’ brigando por isso.

A histórias aqui desse assentamento começou em 2003, valeu a pena, foi muito sofrimento. Foram 7 anos de baixo de barraca de lona, depois graças a Deus e o sofrimento com as brigas com os grileiros entramos aqui com mais de 200 famílias, a gente veio em 70 famílias de Mogi Guaçu. Depois o Incra deu a opção de pagar essa terra e em 2007 fomos assentados, né. O benefício que deram pra gente fazer a casa foi pouco, até hoje não deu pra terminar, mas a gente ‘tá’ acomodado dentro. Pensando como era antes, a coisa está boa. Eu tiro meu sustento daqui, mexo com horta, tenho meu gado, tenho vários plantios, tenho mamão, goiaba, laranja, então a gente trabalha pra cada dia que passa melhorar mais. É o ideal? Não é. É muito mais do que sempre tive? Sem dúvida.”

Tags: Agricultor, Bauru, Fazenda, Homem, Idoso, Meio Corpo, PROAC, São Paulo, Sentado, Sudeste, Tomás Cajueiro

Informações

Cidade
Bauru – SP
Data
Maio 2017
Fotógrafo
Jardiel Carvalho
Compartilhe com seus amigos!