Adulto

Você está aqui:
TODOS
Preconceito 04nov

Preconceito

“Prudente é uma cidade muito boa, tem trabalho, segurança, lugares legais. Mas se tivesse que escolher uma coisa ruim é o preconceito. Meio velado, mas existe muito! Sabe aquelas piadinhas que ouvimos na rua? Mas em particular eu não ligo, acho que por isso eu não arrumei briga, eu fico na minha… é melhor ignorar.
...continue lendo

Luta difícil 04nov

Luta difícil

“Meu nome é Antônio José Rodrigues, conhecido como Antônio da Ave-Maria, tenho 71 anos, 14/07/1945. Quando eu entrei na terra eu tinha 53, então quando a gente chegou aqui a gente chegou em 2003, dentro dessa área aqui tem 5196 hectares. Quando a gente entrou era tudo cheio de eucalipto, aí foram cortando eucalipto e
...continue lendo

Desenho e grafite 03nov

Desenho e grafite

“Sérgio de Campos Oliveira, 31 anos, desenhista, artista visual, artista do grafite também… minha ligação com a arte ‘tá’ desde pequeno, desde os 10 anos já venho desenhando, autodidata. Me descobri no desenho aos 15 anos, já tinha em mente o que eu queria fazer, conversando com a minha mãe eu perguntei se a profissão
...continue lendo

Trabalho aposentado 03nov

Trabalho aposentado

“Joaquim José dos Santos Neto, ‘tô’ com 65 anos e depois de aposentado comecei um desafio em um mundo novo: o mundo da areia. Eu não mexia com esse ramo aqui, eu fui funcionário do Banco do Brasil até 96, lá no Mato Grosso do Sul, lá eu pescava todo sábado. Era bom demais, ficava
...continue lendo

Amor pela cidade 02nov

Amor pela cidade

“Meu nome é Stella Bonotti Paes de Melo, tenho 37 anos. Nasci em Ribeirão e sou moradora aqui até hoje. No momento eu sou cozinheira escolar e fotógrafa amadora. Eu amo essa cidade, sou apaixonada por essa cidade, nasci e cresci aqui e pretendo morrer nessa cidade. Fiz muita coisa, no momento eu ‘tô’ trabalhando
...continue lendo

Vida na laranja 02nov

Vida na laranja

“Venho de uma família humilde, de trabalhadores rurais. Eu e meu irmão fizemos o máximo pra ajudar nossos pais. Eles tocavam roça, mexia com lavoura de grãos e também tirava leite. Desde pequeno eu acordava muito cedo pra ajudar eles. Lembro da mãe contar pra gente que quando era pequena apanhava algodão na região de
...continue lendo

Cidade e campo 01nov

Cidade e campo

“Meu nome é Cristiane Rodrigues Lima de Oliveira, tenho 44 anos e ‘tô’ aqui já faz 1 ano. Foi muito bom eu ter descoberto isso aqui, eu não fazia ideia antes do que era isso, eu achava que Sem Terra era uma coisa feia, uma coisa ruim. Isso não existe, não são cangaceiros, não são
...continue lendo

Fotografia e Capão 31out

Fotografia e Capão

“Meu nome é Anderson, Anderson Vieira, tenho 28 anos, sou conhecido como Tom, apelido de família, desde pivete me chamam assim. Moro no Capão há uns 15 anos, sou de Vitória da Conquista, na Bahia, vim pra cá com 2 anos, aquela famosa história da família que vem tentar a sorte na terra da oportunidade.
...continue lendo

Família unida 29out

Família unida

“Maria Carolina Mouro César dos Reis, 37 anos. Eu comecei a trabalhar aqui depois que eu me formei, eu estudei em São Paulo, fiquei lá até 2003. Fui pra lá estudar Administração, fui não com a intenção de voltar, eu fui fazer administração e viver. Aí eu comecei a me identificar mais com esse negócio
...continue lendo

Família dos cavalos 29out

Família dos cavalos

“Meu nome é Marcelo Vieira Roldan, tenho 43 anos, trabalho há 20 anos com cavalo. Hoje eu sou ferrador, eu ferro cavalo porquê eu gosto. Sempre vivi esse mundo dos cavalos. Meu pai era treinador de cavalo de corrida, eu ajudava ele desde os 7 anos de idade. Minha família já tem 100 anos que
...continue lendo

Paraisópolis do bem 28out

Paraisópolis do bem

“Joildo Barreto dos Santos, tenho 31 anos. Então, eu nasci numa cidade chamada Ituberá, lá no Sul da Bahia, uma cidade que tem cachoeira, que tem praia, é uma cidade no litoral baiano bastante quente, e lá é o segundo maior produtor de guaraná do Brasil, então a empresa lá emprega muita gente local nessa
...continue lendo

Meu lugar 28out

Meu lugar

“Meu nome é Juan Carlos de Almeida Souza, tenho 28 anos, sou nascido aqui em Araçatuba, filho do João Henrique de Souza. Graças a Deus eu tive o privilégio de conhecer esse lugar maravilhoso que é a Prainha, é um lugar maravilhoso pra quem gosta da natureza. Antes disso eu era pedreiro, eu tomava conta
...continue lendo

Meu espaço 26out

Meu espaço

“João Francisco de Lima, 61 anos, eu gosto muito daqui, faz 4 anos que eu moro aqui, certo? Em Araçatuba faz tempo que moro, mas vim pra cá atrás da minha terra a uns 4 anos. Foi quando vim pra cá que eu entrei no MST. Um aluta justa, uma luta por terra. Aqui eu
...continue lendo

A minha vida 23out

A minha vida

“Meu nome é Elizandra Cerqueira, tenho 29 anos. Eu nasci em Poções, na Bahia. A minha mãe, a origem dela é do Paraná, meu pai é da Bahia, eles se conheceram aqui em Paraisópolis e foram embora pra Bahia. Meu pai veio morar na construção civil aqui, pra ajudar a família na Bahia, e minha
...continue lendo

Infância e praia 22out

Infância e praia

“Rosemar Castro de Paula, nascido em Picinguaba em 1966. Eu sou um pescador que já enjoou de pescar em alto mar, é cansativo, muitos dias fora. Hoje eu pesco artesanalmente e faço esse trabalho com os turistas de levar eles nas ilhas, vou levar os turistas pra pescar. Dá muita satisfação mostrar meu território pros
...continue lendo

Fotografia 21out

Fotografia

“Tenho 25 anos, meu nome é Leonardo Henrique de Souza mas eu criei o meu próprio nome como Leo Eyed, eu sou guararapense, e como é uma cidade pequena e minha profissão expande muito que é moda dentro da fotografia. Então eu criei minha própria identidade. Estudei moda e fotografia em 2012, desde então só
...continue lendo

Ele e eu 19out

Ele e eu

“Meu nome é Maria Moreira Barbosa, 77 anos. Quando eu fui buscar ele, ele é meu sobrinho, ele tinha 5 anos e tinha muitos problemas que a família não tinha como resolver, né. Aí eu fui buscar ele pra fazer o tratamento. Ele veio, ficou comigo, a gente fez os tratamentos que precisava, aí foi
...continue lendo

Melhor trabalho 18out

Melhor trabalho

“Meu nome é Elisama Carol da Silva, tenho 19 anos, nasci em Ribeirão Preto e desde então vivo aqui. eu era voluntária de uma ONG, hoje ela já não existe mais, eu era secretária e auxiliar de pedagoga… nesse dia que eu e o Moisés nos encontramos foi numa festa de comemoração pro dia das
...continue lendo

Rotina pesada 18out

Rotina pesada

“Sou Silvio Donizette Pereira Lima, 45 anos. Mexo na parte da roça, dos tratores. Já tem uns 15 anos que eu faço isso. Minha rotina é pesada, acordo 4h da manhã, venho pra cá, limpo os coxos, trato o gado, roço os pastos. Tem muita coisa durante o dia. Aqui na fazenda eu aprendi muita
...continue lendo

Lição para a vida 17out

Lição para a vida

“Meu nome é Roseli Rosângela Costa Silva, tenho 52 anos, trabalhar aqui no centrinho é uma coisa muito gratificante, traz um monte de lição pra vida, trabalhar com esses pacientes a gente deixa de reclamar da vida, todo o restante passa a ser bom, as vezes a gente reclama que não tem uma coisa desnecessária
...continue lendo