Bauru

Você está aqui:
TODOS
Experiências da vida 21set

Experiências da vida

“Vivi uma experiência curiosa com fotografia esses tempos atrás. Eu ‘tava’ andando na 13 de Maio em Campinas e daí chegou em mim um fotógrafo e perguntou se podia fazer uma sessão de fotos, para um trabalho que, basicamente, era um projeto que buscava pessoas que não entravam tanto no ‘padrão tradicional da personalidade campineira’.
...continue lendo

Macaquinho de Bauru 18set

Macaquinho de Bauru

“Trabalho de conscientização em relação a importância da Ecologia. É um trabalho importante e por isso esse projeto de sensibilização. porquê ele interfere diretamente na questão da saúde pública, na questão ambiental e na educação. Envolve nosso dia a dia. É um projeto que pode ser desenvolvido com escolas, empresas. Eu mesmo gosto das escolas.
...continue lendo

Minha Bauru 15set

Minha Bauru

“Sou de 1952, meu nome é Paulo Flávio Lourenço Moura. Bauru foi muito boa, aqui era uma praça maravilhosa. Hoje não é como antigamente, agora só tem essa molecada mexendo com drogas, outro dia eu ‘tava’ passando aqui e veio 4 caras tentando me roubar. Eu me defendi, eu jogo capoeira e derrubei os 4
...continue lendo

Pichação na cidade 14set

Pichação na cidade

“Eu sou o Walter Vinicius de Mattos, tenho 27 anos, sou mais conhecido aqui como Vini Vira-Lata, referente a cultura eu sou envolvido aqui na Casa Hip-Hop. Eu dou oficina pra grafiteiros ou só pra quem quer começar e também faço parte de um projeto do PROAC que da oficinas na periferia. Eu já acho
...continue lendo

Vida na estrada 14set

Vida na estrada

“Sou Maria José Ferreira dos Santos, 63 anos. Olha, se eu fosse homem eu seria caminhoneiro, pra ficar na estrada, sempre na estrada. Esse sentimento de movimento sempre me perseguiu! Quando eu trabalhava nas casas de família eu nunca quis ter carteira registrada, porque se o patrão me olhasse torto, eu já falava tchau. Voltava
...continue lendo

Ser estrangeiro 13set

Ser estrangeiro

“Sou o Pedro Manzanga, 21 anos e faço faculdade de psicologia. Sou de Angola. Fui muito bem acolhido pelo povo brasileiro. Tenho uma relação bem tranquila com o povo da cidade, eles admiram um pouco o estrangeiro, é uma cidade do interior então é bem tranquilo.”

Meus 91 13set

Meus 91

“Meu nome é João Francisco de Bau, 91 anos. Esse espaço é meu reino hoje. Pra mim isso é uma terapia, eu ‘tô’ com essa idade e eu não tenho outra coisa mais a fazer do que isso, e eu sem isso não posso viver. Eu moro sozinho e nesse sozinho você fica encabulando as
...continue lendo

A música 08set

A música

“Meu nome é Joyce Rodrigues, tenho 20 anos. Eu aprendi a tocar instrumentos quando eu tinha uns 6 anos o violão, minha mãe sempre tocou desde pequena, aí eu lembro que um dia ela ‘tava’ saindo de casa pra fazer alguma coisa e eu enchendo o saco dela há horas pra tocar violão. Aí ela
...continue lendo

Hip Hop em Bauru 06set

Hip Hop em Bauru

“Meu nome é David, eu tenho 23 anos de idade, moro em Bauru, nasci aqui na cidade. Meu envolvimento com a cultura é com o hip-hop, aprendi muito com ela. Comecei aos 9 anos de idade, meu pai era dançarino e me ensinou algumas coisas. Aí na vida eu encontrei muito o hip-hop de rua,
...continue lendo

Sozinho na praça 30ago

Sozinho na praça

“Gosto de vir aqui na praça e ficar pensando na vida.’Tá’ difícil as coisas, sozinho na casa, sem dinheiro. Eu entro na casa e a casa não fala comigo, não tenho com quem conversar, saio na rua e só consigo encontrar algum colega pra conversar um pouquinho. ‘Tava’ pensando aqui porquê eu moro sozinho. Eu
...continue lendo

Música em Bauru 24ago

Música em Bauru

“Eu sou Marcela Fernandes, tenho 35 anos, sou professora de arte em Bauru e sou maranhense de São Luís. ‘Tô’ aqui há 7 anos, vim pra estudar música, me formei em música aqui em Bauru mesmo já tendo uma formação em Artes Visuais lá no Maranhão. Me formei em música, sempre trabalhei com arte, com
...continue lendo

Hip hop digital 21ago

Hip hop digital

“Meu nome é Gabriel, tenho 20 anos, sou do Movimento Hip-Hop, faço rap, sou do grupo Dilema. ‘Tô’ no movimento desde 2009, comecei no freestyle e em 2011 eu formei o Dilema, a gente vende CD de mão em mão e assim já foram mais de 3 mil CDs vendidos. A gente trabalha também nessa
...continue lendo

Hip Hop 10ago

Hip Hop

“Eu me chamo Mariana Shoen Vitor Lacava, tenho 21 anos, sou poeta, MC e trabalho com articulação cultural e emancipação de pessoas através dos processos de escrita e poesia e rap nacional. Eu atuei com a Casa do Hip Hop durante um tempo, aprendi muita coisa, trabalhei com alguns coletivos, trabalhei com um coletivo de Guarulhos chamado Coletivo
...continue lendo

Polo de TV 07ago

Polo de TV

“Eu sou o Wesley Bernardo, aqui eu sou o Salsicha em Bauru, tenho 21 anos. Vim de Vitória no Espírito Santo e vim pra cursar Rádio e TV pois na época eu achava que São Paulo e Rio eram o polo principal da minha área. Eu acho que ainda tenho razão mas depois que cheguei
...continue lendo

Mulher negra 30jul

Mulher negra

“Meu nome é Julia Barra, tenho 19 anos, sou MC, militante da cultura hip-hop e integrante da Frente Feminina de Hip-Hop. Tenho um grupo de rap em Bauru com mais duas meninas, o Ouro de Mina, além de um grupo de rap a gente pretende desenvolver as minas de todos aspectos do hip-hop, então vai
...continue lendo

Inteligência de Deus 27jul

Inteligência de Deus

“Meu nome é Crecilda Martins Oliveira, eu vim do Paraná e comecei a trabalhar na casa de uma família aqui em Araçatuba. Fiquei mais ou menos uns 5 anos, me casei e fui morar em outro lugar onde trabalhei 2 anos e depois mais 15 em outra casa. Aí eu vim morar aqui, naquela casinha
...continue lendo

Cultura local 27jul

Cultura local

“Meu nome é Letícia Sartori, tenho 21 anos, sou nascida e criada aqui em Bauru, interior de São Paulo. Eu escrevo e escrevo muitas coisas andando pelas ruas dessa cidade, lembrando de momentos que aconteceram aqui com as pessoas que eu trombo na rua, nos corres todos da vida. Eu acho muito importante essa relação
...continue lendo

Luta da terra 25jul

Luta da terra

“Meu nome é Cleonice Marques, 47 anos. Entrei na busca pela terra foi porquê a gente já trabalhava com hortaliças na cidade grande, em terra de terceiros. Mas o aluguel era muito caro, sempre aumentando e ficando com todo lucro que tínhamos. Sempre sofrido, aí surgiu um amigo do meu marido e comunicou que aqui
...continue lendo

Vida pra parte 19jul

Vida pra parte

“Meu nome é Fernanda Diniz, tenho 20 anos, e eu moro numa casa que a intenção é se tornar um ponto de cultura da cidade. Moro com mais 2 pessoas agora, antes éramos em 3, agora são duas. Tudo começou com o grupo Maquinaria, que era um grupo de teatro independente também que durou 3
...continue lendo

Foguista de Bauru 18jul

Foguista de Bauru

“Sou Marcos Luz de Souza, ingressei na antiga FEPASA em 1983, pra trabalhar no depósito de triagem paulista. Trabalhei por 3 anos como eletricista de locomotivas elétricas que faziam a manutenção no depósito de triagem, logo após isso eu recebi uma promoção e uma proposta pra ir pra mecânica. Apesar de não ser mecânico, eu aprendi
...continue lendo