Corpo Inteiro

Você está aqui:
TODOS
Pedreira de Valinhos 06jan

Pedreira de Valinhos

“Meu nome é Jonathas Fernandes da Silva conhecido também como John, Jonas, Negão ou Star. Nasci em Niterói RJ mas me considero valinhense, pois desde os 3 anos resido em Valinhos, escolhi a pedreira como meu lugar pois como vegano minha maior conexão é com a natureza. Este lugar me traz o silêncio e a
...continue lendo

Família Skate 05jan

Família Skate

“Artur Bernardes Damo, 39 anos de idade, filósofo de formação, skatista desde 1985, naturalizado valinhense e morador da proximidade central da cidade. Meu local predileto para a prática do esporte de coração, é o Half-pipe que se encontra no Parque Municipal Mon Senhor Bruno Nardini, também participo como colaborador no projeto Skate Constrói, que acontece
...continue lendo

Ser negra 01dez

Ser negra

“Gostaria de falar sobre ser mulher negra inserida aqui na sociedade de Bauru. Eu vejo que quando você anda pela cidade, principalmente na Batista, você é tratado diferente, eles te olham torto, tem uns grupos que querem te oprimir, fazer de tudo pra te diminuir. Mas a gente também faz muitos grupos, parcerias com outras
...continue lendo

Meus gostos 26nov

Meus gostos

“Eu sou a Luciana, gosto muito de pintar, gosto muito de fazer poema. Eu não gosto muito de comer porquê eu tenho medo de engordar, e se eu engordar vou dar trabalho pra minha mãe.”

Feliz e saudável 25nov

Feliz e saudável

“Um sonho? Acho que ser feliz e ter saúde já está de bom tamanho.”

Dividir a cultura caiçara 24nov

Dividir a cultura caiçara

“Meu falecido pai fazia, fazia balaio, cesto, fazia aquele negócio de pegar peixe no rio. Hoje que já tenho mais idade fico muito feliz em poder compartilhar isso esses meninos. Dividir a cultura caiçara para que ela não morra.”

Vida no assentamento 23nov

Vida no assentamento

“Meu nome é Yhara Ferreira dos Santos, tenho 23 anos. Vivi muitos anos em Campinas, até que meus pais resolveram vir pro acampamento, a gente ficou nas barraquinhas por um tempo até que chegou aqui no processo de assentamento. Foi um período bem difícil, eu tinha 9 anos quando vim pra cá. A gente sempre
...continue lendo

Emprego pro idoso 22nov

Emprego pro idoso

“Sou o Leônidas Martins Neto, 61 anos. Eu vim pra cá de Minas com 14 anos, em Araçatuba, depois voltei pra região do Guararapes e fiquei por 30 anos lá. Não era assentamento, lá eu casei e tive um casal de filhos e vivi anos muito felizes. Aí vim embora pra Araçatuba, formei os 2,
...continue lendo

Saudades da família 21nov

Saudades da família

“Jéssica, tenho 24 anos, morava em Alagoas e vim pra cá pra Santos tem 3 anos. Eu ‘tô’ gostando, tem as praias, tem mais pessoas, tem o shopping. Mas não tem a família, né. Sinto falta da família.”

Escolhas da vida 17nov

Escolhas da vida

“Marcos Donizete Rodrigues, nasci em 1971. Antes de chegar aqui eu mexia com lanche, aí o que eu tinha era uma clientela bem boa. Ai do cachorro-quente a gente passou pra outro tipo de lanche, levou um certo tempo, eu trabalhava registrado e saí pra trabalhar por conta. O lanche mudou nossa vida, com ele
...continue lendo

Vida digna 16nov

Vida digna

“Já sonhei muito, já quis mudar o mundo. Hoje em dia, cara, meu sonho é dar uma qualidade de vida razoável pra minha família, pros meus dois filhos, minha esposa e ter uma vida tranquila. Ter uma vida digna, respeitar as pessoas.”

Trabalho na terra 14nov

Trabalho na terra

“Verônica Roque dos Santos, 58 anos de idade e já 14 aqui de assentamento. A gente veio pra cá em 2003, né, foi bastante difícil, não tinha muito recurso, a gente dependia até de fazer uma arrecadação pra ajudar o pessoal que era mais fraco, a gente foi buscando projetos e foi melhorando as coisas.
...continue lendo

Amor pela mudança 12nov

Amor pela mudança

“Meu nome é Verena Paparato e eu tenho 24 anos. Eu adoro mudança, gosto de ir embora de todo lugar, acho maravilhoso, aquela agitação interna e normalmente a vida me surpreende de uma maneira positiva, então acho isso sensacional… agora esse final de semana eu fui pela primeira vez em Belo Horizonte, nunca tinha ido
...continue lendo

Trabalho salvador 10nov

Trabalho salvador

“Meu nome é Leila e eu tenho 40 anos de idade. Minha grande luta hoje é contra o cigarro. Já fumei muito, desde os 18. Mas teve as pausas, assim, quando eu engravidei do meu filho eu parei, aí depois de 4 anos eu engravidei de novo e fiquei após a gravidez 4 anos sem
...continue lendo

O amigo 10nov

O amigo

“Sou Messias da Silva, 41 anos. Fazem uns 3 anos que estou aqui no carvão. Antes trabalhava de cortador de cana, na usinas aqui da região. Mudei porquê o rapaz que trabalha aqui é muito meu amigo e abriu essa firma, aí me chamou pra trabalhar com ele e eu vim pela amizade. Vim pela
...continue lendo

Brincar 09nov

Brincar

“Eu gosto de brincar na terra, brincar com as minha bonecas e também fazer tudo que eu quiser.”

Preconceito 04nov

Preconceito

“Prudente é uma cidade muito boa, tem trabalho, segurança, lugares legais. Mas se tivesse que escolher uma coisa ruim é o preconceito. Meio velado, mas existe muito! Sabe aquelas piadinhas que ouvimos na rua? Mas em particular eu não ligo, acho que por isso eu não arrumei briga, eu fico na minha… é melhor ignorar.
...continue lendo

Vida nos cavalos 30out

Vida nos cavalos

“A paixão pelos cavalos veio do meu pai, ele sempre foi gerente de fazenda. Aí meu irmão começou trabalhar na fazenda vizinha, montou o haras e depois foi trabalhar em outro haras mais antigo. Lé ele foi contratado e depois de um tempo, quando eu tinha 13 anos, me chamaram. Nunca tinha imaginado que eu
...continue lendo

Brincar descalça 25out

Brincar descalça

“Gosto de brincar descalça. Gosto também de brincar com chinelo, mas descalça é melhor. É mais solto.”

Aprendi com meus pais 23out

Aprendi com meus pais

“Vinturante Manuel de Assunção, 62 anos. Aprendi a fazer isso aqui com o meu pai, com a minha mãe. Aprendi assim, vendo eles fazerem. Porquê eles faziam e a gente ia ajudar, e naquilo que a gente foi ajudando, aprendi. Por isso fico muito feliz em poder fazer oficinas. Aqui foi muito bom. Eu me
...continue lendo