Corpo Inteiro

Você está aqui:
TODOS
Escolhas da vida 17nov

Escolhas da vida

“Marcos Donizete Rodrigues, nasci em 1971. Antes de chegar aqui eu mexia com lanche, aí o que eu tinha era uma clientela bem boa. Ai do cachorro-quente a gente passou pra outro tipo de lanche, levou um certo tempo, eu trabalhava registrado e saí pra trabalhar por conta. O lanche mudou nossa vida, com ele
...continue lendo

Vida digna 16nov

Vida digna

“Já sonhei muito, já quis mudar o mundo. Hoje em dia, cara, meu sonho é dar uma qualidade de vida razoável pra minha família, pros meus dois filhos, minha esposa e ter uma vida tranquila. Ter uma vida digna, respeitar as pessoas.”

Trabalho na terra 14nov

Trabalho na terra

“Verônica Roque dos Santos, 58 anos de idade e já 14 aqui de assentamento. A gente veio pra cá em 2003, né, foi bastante difícil, não tinha muito recurso, a gente dependia até de fazer uma arrecadação pra ajudar o pessoal que era mais fraco, a gente foi buscando projetos e foi melhorando as coisas.
...continue lendo

Amor pela mudança 12nov

Amor pela mudança

“Meu nome é Verena Paparato e eu tenho 24 anos. Eu adoro mudança, gosto de ir embora de todo lugar, acho maravilhoso, aquela agitação interna e normalmente a vida me surpreende de uma maneira positiva, então acho isso sensacional… agora esse final de semana eu fui pela primeira vez em Belo Horizonte, nunca tinha ido
...continue lendo

Trabalho salvador 10nov

Trabalho salvador

“Meu nome é Leila e eu tenho 40 anos de idade. Minha grande luta hoje é contra o cigarro. Já fumei muito, desde os 18. Mas teve as pausas, assim, quando eu engravidei do meu filho eu parei, aí depois de 4 anos eu engravidei de novo e fiquei após a gravidez 4 anos sem
...continue lendo

O amigo 10nov

O amigo

“Sou Messias da Silva, 41 anos. Fazem uns 3 anos que estou aqui no carvão. Antes trabalhava de cortador de cana, na usinas aqui da região. Mudei porquê o rapaz que trabalha aqui é muito meu amigo e abriu essa firma, aí me chamou pra trabalhar com ele e eu vim pela amizade. Vim pela
...continue lendo

Brincar 09nov

Brincar

“Eu gosto de brincar na terra, brincar com as minha bonecas e também fazer tudo que eu quiser.”

Preconceito 04nov

Preconceito

“Prudente é uma cidade muito boa, tem trabalho, segurança, lugares legais. Mas se tivesse que escolher uma coisa ruim é o preconceito. Meio velado, mas existe muito! Sabe aquelas piadinhas que ouvimos na rua? Mas em particular eu não ligo, acho que por isso eu não arrumei briga, eu fico na minha… é melhor ignorar.
...continue lendo

Vida nos cavalos 30out

Vida nos cavalos

“A paixão pelos cavalos veio do meu pai, ele sempre foi gerente de fazenda. Aí meu irmão começou trabalhar na fazenda vizinha, montou o haras e depois foi trabalhar em outro haras mais antigo. Lé ele foi contratado e depois de um tempo, quando eu tinha 13 anos, me chamaram. Nunca tinha imaginado que eu
...continue lendo

Brincar descalça 25out

Brincar descalça

“Gosto de brincar descalça. Gosto também de brincar com chinelo, mas descalça é melhor. É mais solto.”

Aprendi com meus pais 23out

Aprendi com meus pais

“Vinturante Manuel de Assunção, 62 anos. Aprendi a fazer isso aqui com o meu pai, com a minha mãe. Aprendi assim, vendo eles fazerem. Porquê eles faziam e a gente ia ajudar, e naquilo que a gente foi ajudando, aprendi. Por isso fico muito feliz em poder fazer oficinas. Aqui foi muito bom. Eu me
...continue lendo

Beira do Rio 16out

Beira do Rio

“Damião Ferreira Lima, 43 anos, aqui no rio no Tietê gosto muito de pescar, trabalho de vigilante aqui no porco, aqui tem muita riqueza que o homem ‘tá’ destruindo, muita poluição, aqui é muito rico em natureza… eu vivo a natureza aqui em Araçatuba, sou nascido e criado aqui. Eu era pescador né, vinha pescar
...continue lendo

Tóquio Araçatuba 13out

Tóquio Araçatuba

“Meu nome é Katyuscia Sayuri Shino, tenho 24 anos, eu nasci em Araçatuba, fiquei aqui em Araçatuba até os 9 anos. Minha infância foi tranquila, eu morei com os meus avós a maior parte, foi bem interiorana. Eu fui bem mimada na infância, a minha vó uma era da cidade e outra era do sitio,
...continue lendo

Viver Paraisópolis 12out

Viver Paraisópolis

“Meu nome completo é Ismael Silva Maia, tenho 23 anos, na quebrada sou conhecido como Link. Aqui no Paraisópolis eu participo da junta de modelos, sou tatuador, ando de skate nas horas vagas e é isso. Nasci na Bahia, vim morar aqui bem no dia do meu aniversário de 12 anos, vim com a minha
...continue lendo

Araçatuba e UNESP 11out

Araçatuba e UNESP

“Meu nome é Marina Costa Faria, tenho 24 anos e sou médica veterinária. faz algum tempo que eu ando de um lado pro outro por causa da faculdade que sempre exigiu muito essa coisa de fazer os estágios e de conhecer novos campos de trabalho, e com isso eu vim parar em Araçatuba, caí meio
...continue lendo

Luta no MST 11out

Luta no MST

“Meu nome é Edson de Oliveira, ‘tô’ no acampamento há 1 ano e 3 meses, e a relação que a gente tem aqui a respeito do ambiente foi o melhor lugar que a gente achou pra se manter mais focado nas coisas, entendeu? no começo quando eu vim pra cá todo mundo achava que eu
...continue lendo

Aprender com ele 09out

Aprender com ele

“Meu nome é Antônio Edinaldo da Silva, conhecido por Bebela, maluco beleza do Morumbi, sou pernambucano, tenho 53 anos, vim pra São Paulo no começo de 2001. Primeiro eu vim sozinho, lá no Pernambuco as coisas era muito difícil pra sobreviver, aí eu vi que pra gente viver melhor tinha que procurar um lugar melhor
...continue lendo

Normal do Tiete 08out

Normal do Tiete

“Ninguém ia acreditar que pesquei esse peixe aqui nessa altura do Tiete, isso é espécie que tem la pros lados do pantanal. Aqui não é normal.”

Entalhados e madeiras 07out

Entalhados e madeiras

“Trabalho com entalhados e madeiras, artista plástico e comecei a trabalhar desde quando eu comecei a escrever no primário, Deus foi me dando discernimento e sou autodidata, hoje faço trabalho pra igrejas, pra prefeituras e vivo disso, faço serviço graças a Deus.”

Luta pela educação 07out

Luta pela educação

“Sergio Alberto Soares, tenho 40 anos. Então, a minha história de vida é o seguinte, comecei com 7 anos nas artes marciais, no karatê, e passei por várias outras. Minha vida toda foi em prol das artes marciais e vivo até hoje com 40. Me formei, peguei faixa preta em karatê, em kickboxing, fui conhecendo
...continue lendo