Escola

Você está aqui:
TODOS
A APAE 17jan

A APAE

“Sou Deise Kratza e venho aqui na APAE desde bebezinha ! Gosto muito daqui, gosto das atividades propostas, gosto principalmente do teatro. Gosto de enfrentar a o público, não tenho medo ou vergonha porque faço isso desde que tenho 10 anos. Acho que ele também ajudou a não ser tímida com nada, eu falo é
...continue lendo

Fusca Amarelo 17jan

Fusca Amarelo

“Memória afetiva, o fusca na minha vida está ligado a diversos momentos: descobertas, viagem, aprender a dirigir, namoro, família, filhos etc. Tenho a grata satisfação de ainda poder dirigir um, ainda mais o “Pigmeu Amarelo”, da minha mãe, um senhor de 44 anos, com o qual celebro a vida e as emoções que a permeiam.
...continue lendo

Ser Juiz | Retratos Brasileiros 08jan

Ser Juiz | Retratos Brasileiros

‘Quando crescer quero ser Juiz. Juiz. Sabe porque ? Porquê minha mãe foi em um por causa do meu irmãozinho. Então por isso quero ser juiz.’

Aprender e ensinar 24out

Aprender e ensinar

“Meu nome é Mariana dos Santos Trombetta, tenho 28 anos, sou casada há quase 5. Agora aqui na casa de caridade estou a 13 anos. Aqui eu já fiquei na cozinha ajudando na sopa, já fiquei no berçário com as crianças, a gente já deu aula de computação juntos. Também gosto muito de vir na
...continue lendo

Aprendi com meus pais 23out

Aprendi com meus pais

“Vinturante Manuel de Assunção, 62 anos. Aprendi a fazer isso aqui com o meu pai, com a minha mãe. Aprendi assim, vendo eles fazerem. Porquê eles faziam e a gente ia ajudar, e naquilo que a gente foi ajudando, aprendi. Por isso fico muito feliz em poder fazer oficinas. Aqui foi muito bom. Eu me
...continue lendo

Gosto da vida 13ago

Gosto da vida

“Sou José Carlos Pereira, gosto de duas coisas teatro e jogar bola. Gosto quando as pessoas batem palma no espetáculo do teatro. Gosto das risadas do futebol.”

Ser juiz 29mai

Ser juiz

“Quando crescer quero ser Juiz! Sabe porque? Porquê minha mãe foi em um por causa do meu irmãozinho. Então por isso quero ser juiz.”

Coisa de criança 27abr

Coisa de criança

“Meus pais se divorciaram quando eu era adolescente. Foi um baque já que nessa idade eu via o meu pai como um Deus e quando ele se separou da minha mãe, vi minha mãe chorar bastante. Era muito confuso ver quem era meu Deus ser o motivo do choro de alguém que eu amava. Foi
...continue lendo

Vida do Teatro 11abr

Vida do Teatro

“Eu, Thais Quadros, nasci em Campinas, mas com 17 anos vim morar em Valinhos e aí começou a minha caminhada. Faltando 2 dias para completar 18 anos descobri que tinha diabetes, foi então que entrei no Teatro e fui muito bem acolhida por todos e foi no Centro Cultural que descobri em que profissão seguir.
...continue lendo

Reencontrar no Carnaval 04mar

Reencontrar no Carnaval

‘Perder minha avó em 2015 foi uma das maiores dores da minha vida. Fui criado por ela e cresci tendo nela a principal referência de valores e companheirismo. Essa dor agravou meu quadro de depressão, quadro contra o qual luto fazem muitos anos. A escola de samba, a costura, a arte, foi uma saída para
...continue lendo

Razão no Carnaval 15fev

Razão no Carnaval

‘Eu sou a razão do meio desse povo que é só emoção. Porque o carnaval é assim, as vezes é só emoção e falta um pouco de razão.’

07abr

Moradora e a foto

‘Foto? Um trabalho ninguém vem perguntar se a gente quer né? Não precisava ser o dia inteiro, meio período já tava bom. Porque eu sou aposentada né, trabalhei a vida inteira em uma escola municipal’, respondeu quando perguntei se poderia tirar uma foto.