Familia

Você está aqui:
TODOS
Ocupação família 21ago

Ocupação família

“Sou Telma Aparecida de Proença, 31 anos, orgulhosamente mãe de 3 filhos. No momento estou sozinha porquê meu marido está detido e assim vem parar aqui no Soma desde o ano passado, cheguei em Novembro. Eu estava morando na área da linha do trem até que chegou um ofício pra gente sair de lá, então
...continue lendo

Empoderamento Negro 19ago

Empoderamento Negro

“A história da nossa comunidade é uma história de resistência, de luta e de empoderamento da mulher negra. É notório quando as mulheres passam por esse espaço, aliás, todos que passam pelo jongo, de certa medida passam por uma transformação, mas é muito mais notório quando se trata da mulher negra, que chega aqui de
...continue lendo

O Jongo 26jul

O Jongo

“Sou Maria Alice Ribeiro, 73 anos e uma das lutadoras, coordenadora do Jongo Dito Ribeiro. Benedito Ribeiro era mineiro, praticava o Jongo lá. Quando ele veio pra Campinas, casou e teve o primeiro filho. Acho que ele casou em 30. Sou a última dos filhos e minha trajetória começou ali, com esses dois. O jongo
...continue lendo

Adeus pai 20jul

Adeus pai

“Sou Diovolas e minha vida começa desse jeito: eu perdi meu pai tem 7 anos, ele era tudo pra mim, e então eu caí no mundão. Eu morava em Francisco Morato, meus irmãos venderam a casa e me deixaram de fora. Quando me recuperei, fui pra casa da minha irmã, mas 3 meses atrás ela me
...continue lendo

Trabalhar com Prazer 03jul

Trabalhar com Prazer

“Me chamo Wanderlei Simonato Garcia, 40 anos, dos quais 26 produzindo hortaliças. Isso começou com a minha mãe, ela ficou desempregada e aí como a gente sempre morou aqui, ela começou a plantar. Nesse meio tempo que ela plantou um pedacinho de horta chamaram ela pra trabalhar. Ela ficou se dividindo. Na época eu tinha
...continue lendo

Sonhos da vida 01jul

Sonhos da vida

“Quando a gente é novo a gente quer uma casa. A residência passa a ser nosso maior sonho. Eu já tenho casa, depois sonhamos com um carro, eu já tenho um carro. Então o meu sonho é ver os meus filhos todos com saúde daqui pra frente.”

Caminho de Deus 14jun

Caminho de Deus

“Minha história é complicada, sou o caçula da minha família, perdi meus pais cedo, a gente morava num barraco e foi aquela dificuldade toda. Os irmãos todos se ajudando, quando eu tinha mais ou menos 13 anos conheci as drogas: maconha, cocaína. Comecei a virar um dependente químico, comecei a bebe muito. Eu bebia que
...continue lendo

Paraná da família 28mai

Paraná da família

“Sou lá do Paraná, de um tempo no qual a pescaria era mais difícil lá no sul. Era tão mais difícil lá, que viemos aqui pra Iguape, onde era mais fácil de comercializar o peixe. Pesco desde os 8 anos. Eu ia com o meu pai na praia pescar. Não só eu, mas todos meus
...continue lendo

Benção do Divino 17mai

Benção do Divino

“Esse é o quinto ano que a Folia do Divino passa aqui e todo ano eu ofereço o almoço pra eles.  Isso pra te mostrar com pra mim a benção deles é muito importante. É uma santidade que nos atende sempre que precisamos. Sempre que preciso de uma graça, de uma bênção nós pedimos à
...continue lendo

Pai e filho 16mai

Pai e filho

“Eu não nasci aqui em Iguape, quem nasceu aqui foram os meus pais. Depois de casarem, em julho de 1947, foram morar em Santos onde eu vim nascer em 1949. Assim como meu irmão também é de Santos. Depois meus pais voltaram pra Iguape, ficamos morando aqui por 4 anos e voltamos para Santos. De
...continue lendo

Lá em casa 14mai

Lá em casa

“Meu nome é Diego da Silva de Souza, tenho 26 anos, eu nasci em Pariquera, mas sou criado aqui em Iguape. Estudei por aqui até meus 17 anos, aí fui pra Pernambuco e morei lá por 3 anos com a família da minha mãe. Lá terminei meu ensino médio em um ano, trabalhei em outro,
...continue lendo

Força da tradição 08mai

Força da tradição

“A tradição de folião é uma coisa que eu gostei desde criança, eu sempre adorei, adoro, e não deixo a tradição. Uma tradição pra mim é algo de grande importância. Afinal, a gente criou-se naquilo e viu o pessoal mais antigo tocar, fazer, ali bem perto da gente. Então a gente tem dentro da gente
...continue lendo

Minha mãe é maior 03mai

Minha mãe é maior

“Dos vários orgulhos que tenho na vida, acho que minha mãe é o maior!”

Filhos e drogas 21abr

Filhos e drogas

“Quem vê de fora não consegue entender a luta de um dependente químico. Não sabe como é difícil e, normalmente, julgam demais. O máximo que eu consigo parar é 15 dias… 20… 25 dias e aquela ansiedade já vem. Acho que isso vem dos problemas que a gente tem dentro de casa né, porquê tenho três
...continue lendo

Maior dor 20abr

Maior dor

“O álcool, que achei fosse minha fonte de diversão, na verdade me tirou tudo. Eramos 12 irmãos, 8 homens e 4 mulheres, hoje só sou próximo de uma das irmãs. Acho que essa é minha maior dor.”

Cozinhar e vencer 15abr

Cozinhar e vencer

“Meu nome é Miguel Arcanjo Catalano Filho, mais conhecido como Miguel Catalano. Faço parte da história de Valinhos já que vim pra cidade quando eu tinha 1 ano de idade e, pra chegar até aqui, muitas coisas aconteceram né? Perdi pai e mãe muito cedo e sempre convivi muito com a minha avó, mesmo estando
...continue lendo

Ele e ela 07abr

Ele e ela

“A coisa que mais gosto na minha mulher é a alegria que ela tem, sempre me deixa feliz. Agora, o que eu não gosto muito é quando ela fica brava e quer me dar bronca”, disse ele. “Isso porque não sou eu que as vezes chego cheio de cachaça em casa, né! Isso é a
...continue lendo

Minha filha Duda 06abr

Minha filha Duda

“Ter uma filha mudou bastante minha vida, fez de mim um ser humano melhor. Hoje eu sou pai de família, sou mais responsável. Eu faço tudo pela minha filha e também pela minha esposa. São a base de tudo da família que eu construí, são o que Deus preparou pra mim. Para ela sonho tudo
...continue lendo

Vida em Valinhos 05abr

Vida em Valinhos

“Meu nome é Isabella Pagnota, mas muitos me chamam de Isa. Nasci em Valinhos aos 14 de Outubro de 2005 e cresci aqui e atualmente estou com 11 anos de idade. Gosto muito dessa cidade. Aqui moram a maioria de meus familiares e meus amigos. Valinhos é uma cidade tranquila apesar de ter crescido muito
...continue lendo

Sorvete Americano 25mar

Sorvete Americano

“Sou Nascido em Valinhos numa família de 5 irmãos. Sou o terceiro filho de Carlos Zanluchi e Santa Migoto Zanluchi. Cresci no famoso bairro Castelo, de onde sai somente quando me casei e lá deixei tantas boas lembranças. Aos seis anos tive meu primeiro emprego, como montador de caixas de figo. Já aos 11 passei
...continue lendo