Filho

Você está aqui:
TODOS
Meu Gui 12set

Meu Gui

“Sou Juliana Freitas dos Santos, tenho 19 anos, moro no Capão, nasci em São Paulo. Minha mãe resolveu mudar pra cá, Parque Santo Antônio, já faz 11 anos. Aqui é bem parado, mas quando eu era criança era bem movimentado, a gente brincava bastante, mas agora que todo mundo cresceu é assim. Eu curti bem minha infância, fui uma criança que brincou bastante, hoje em dia as crianças
...continue lendo

Depressão de Sampa 14ago

Depressão de Sampa

“Eu sou a Anna Luiza, tenho 20 anos e eu vim pra Prudente porquê minha mãe ‘tava’ com depressão em São Paulo devido a morte do meu avô, do meu bisavô e do meu primo. Foi um baque enorme pra ela e então a gente acabou vindo pra cá, tendo parentes aqui eu acabei me
...continue lendo

Superação da Vida 04jul

Superação da Vida

“Meu nome é Cesar, eu tenho 46 anos, sou casado há 28 anos e sou hoje um profissional de segurança em um condomínio. Mas já viajei muito! Morei durante 3 anos na Irlanda, trabalhando no ramo frigorífero e tive uma fase da minha vida que usava maconha e bebia demais. Isso foi há mais ou
...continue lendo

Caminho de Deus 14jun

Caminho de Deus

“Minha história é complicada, sou o caçula da minha família, perdi meus pais cedo, a gente morava num barraco e foi aquela dificuldade toda. Os irmãos todos se ajudando, quando eu tinha mais ou menos 13 anos conheci as drogas: maconha, cocaína. Comecei a virar um dependente químico, comecei a bebe muito. Eu bebia que
...continue lendo

Sorvete do pai 12jun

Sorvete do pai

“Meu pai tinha uma sorveteria antes, então meu trabalho vem do meu pai. A máquina de sorvete aqui na praça foi ideia dele. Fico muito feliz, com brilho nos olhos, quando penso que estou continuando o trabalho do meu pai.”

Pecuária e pai 09jun

Pecuária e pai

“Sou advogado e contador e agora proprietário rural, trabalho nisso desde 79. Fiz química industrial em Piracicaba e meu pai falou que ia vender a propriedade, então eu falei pra ele que ia abandonar a química e voltar pra Araçatuba pra cuidar da propriedade e do escritório. Não pensei duas vezes e voltei cá! Desde
...continue lendo

Só Deus 06jun

Só Deus

“Eu tento fazer o melhor pra eles mas aqui é difícil, muita droga, muita matança. Aqui pra poder criar alguém é muito difícil, ainda mais sozinha, é eu e Deus.”

Vida do meu pai 06jun

Vida do meu pai

“Nasci em 1946, dia 28 de julho de 1946 e costumo dizer que foi ali que começou minha relação com a Folia do Divino. Ela é importante, é um respaldo que meu pai deixou. Com ela vem não só minha fé, mas a memória do meu pai, que foi folião muitos anos.”

Viver na comunidade 24mai

Viver na comunidade

“Antes a gente morava de aluguel, então depois viemos pra cá pra comunidade por situação financeira mesmo. Logo depois disso meu pai foi embora e então ficamos só eu, minha mãe e meus irmãos. Já vivi em outras comunidades, mas prefiro essa. Não só porque estou perto da minha família, dos meus irmãos, mas aqui
...continue lendo

Melhor que Paraná 19mai

Melhor que Paraná

“Vim do Paraná por causa da pesca mesmo. Já pescava lá, aliás pesco desde moleque quando ajudava meu pai na pescaria. Foi difícil deixar minha terra, mas vim pra Barra do Ribeira por que aqui é melhor pra gente, né. Tem mais oportunidade, porque no Paraná criou-se uma ideia que é uma terra perfeita pros
...continue lendo

Ser de Iguape 19mai

Ser de Iguape

“Célio de Souza Filma, moro em Iguape, criado aqui, ‘tô’ com 51 anos vividos aqui. O bairro que eu cresci foi aquele que cheguei com 4 anos. Tenho família aqui, meu único filho. Ai quando penso nele um pouco me preocupo, porque eu gostaria que estudasse, se formasse, mas eu sei que Iguape não tem
...continue lendo

Ocupação e Orixá 18mai

Ocupação e Orixá

“Viver na ocupação Vila Some, aqui é um lugar que a gente aprende de tudo, sobre tudo o respeito e respeitar os outros, porquê aqui é uma comunidade, entendeu? Um respeitando o outro é o único modo de manter uma ocupação viva. Quando a gente precisa de água, de asfalto, apesar do povo querer tirar
...continue lendo

Minha cidade querida 16mai

Minha cidade querida

“Meu nome é Wilson Menezes, eu sou local de Santos, nascido no hospital onde jamais nasceu a população santista. Vivi a minha infância em Cubatão, trabalhei no porto como comissário de despacho. Olha, não troco a minha cidade por nada, com todos os defeitos eu acho Santos maravilhosa, ‘tá’ entendendo? Eu só espero que muitos
...continue lendo

Pai e filho 16mai

Pai e filho

“Eu não nasci aqui em Iguape, quem nasceu aqui foram os meus pais. Depois de casarem, em julho de 1947, foram morar em Santos onde eu vim nascer em 1949. Assim como meu irmão também é de Santos. Depois meus pais voltaram pra Iguape, ficamos morando aqui por 4 anos e voltamos para Santos. De
...continue lendo

Minha mãe é maior 03mai

Minha mãe é maior

“Dos vários orgulhos que tenho na vida, acho que minha mãe é o maior!”

Minha filha Duda 06abr

Minha filha Duda

“Ter uma filha mudou bastante minha vida, fez de mim um ser humano melhor. Hoje eu sou pai de família, sou mais responsável. Eu faço tudo pela minha filha e também pela minha esposa. São a base de tudo da família que eu construí, são o que Deus preparou pra mim. Para ela sonho tudo
...continue lendo

Vida em Valinhos 05abr

Vida em Valinhos

“Meu nome é Isabella Pagnota, mas muitos me chamam de Isa. Nasci em Valinhos aos 14 de Outubro de 2005 e cresci aqui e atualmente estou com 11 anos de idade. Gosto muito dessa cidade. Aqui moram a maioria de meus familiares e meus amigos. Valinhos é uma cidade tranquila apesar de ter crescido muito
...continue lendo

Sorvete Americano 25mar

Sorvete Americano

“Sou Nascido em Valinhos numa família de 5 irmãos. Sou o terceiro filho de Carlos Zanluchi e Santa Migoto Zanluchi. Cresci no famoso bairro Castelo, de onde sai somente quando me casei e lá deixei tantas boas lembranças. Aos seis anos tive meu primeiro emprego, como montador de caixas de figo. Já aos 11 passei
...continue lendo

Filhos de Deus 25mar

Filhos de Deus

“Filhos vocês são a estrada mais linda, mais bonita que Deus escreveu pra minha vida. Eu amo meu filhos.”

Pescar Manjuba 12mar

Pescar Manjuba

‘Quando crescer quero ser pescador, igual meu pai. Quero pescar manjuba’