Pernambuco

Você está aqui:
TODOS
Ser arteiro 12ago

Ser arteiro

‘Sou muito arteiro, pelo menos minha mãe fala que sou muito arteiro.’  

Coisas mudam 04jul

Coisas mudam

‘ Sabe meu filho as coisas aqui mudaram foi demais da conta. Tem essa praça aí mesmo, quando eu era moço era tudo de chão e tinha uma feira. O pessoal vinha desse sertão todo pra vender as coisas e nóis, que tinha uns 10 pra 12 anos, vinha pra roubar os jegues do povo
...continue lendo

Ser irmão 29jun

Ser irmão

‘Ser irmão é muito bom, fico sempre do lado ajudando meus pais e brincando. Sabe, vou ser a primeira amiga dela, isso é bom.’

Reinventar na crise 27jun

Reinventar na crise

‘Quando a crise apertou mesmo e me mandaram embora eu só tinha duas opções: ou ficar em casa reclamando, colocando a culpa nos politico, no patrão ou em qualquer um que fosse ou então, como fiz, arregaçar as mangas e ir trabalhar ! Peguei me carro, passei no açougue e peguei uns pedaço de carne.
...continue lendo

Irmãs arretadas 17jun

Irmãs arretadas

‘Somo irmãs e muito amigas,muito amigas mesmo ! Só não deu muito certo ser sócia, você não imagina os quebra paus que deram quando tentamos trabalhar juntas. Decidimos que era melhor cada uma trabalhar e no seu lugar, assim a nossa amizade e respeito continua.’

Vem nas férias 14jun

Vem nas férias

‘Ela só vem ficar ‘cá’ gente nas férias, ai ela vem aqui na vila. Vozinha fala que é pela escola, que lá na cidade ela tem mais escola do que aqui. Eu não vou estudar esse ano, mas ano que vem volto. Mas ó, meu irmão vai e gosta muito, é dos melhores da classe.
...continue lendo

Pai e filha 09jun

Pai e filha

‘Você acredita que faz um ano que minha ex-mulher não deixa eu ver minha filha. É um caso triste, como tantos outros pais que a mulher não deixa ver os filhos mas é toda cheia de força pra cobrar a pensão. Perdi minha guria quando ela tinha 1 ano e 2 meses e até hoje
...continue lendo

Música de bicicleta 20mai

Música de bicicleta

‘Depois da música minha paixão é a bicicleta. Cê acredita que já fui até Brasília, mais de 1.500 km daqui de Santa Maria. Quase morri meu filho ! Cheguei lá achei que nunca mais ia dar conta de sentar numa bicicleta de novo. Mas sabe como é né, aqui no Pernambuco nóis e tudo meio
...continue lendo

Brinquedos preferidos 11mai

Brinquedos preferidos

‘Os dois brinquedos que mais gosto são a bola e o celular !’

Preconceito da roça 17abr

Preconceito da roça

‘Estudo na faculdade né, ai lá no curso tenho contato com gente da cidade que não conhece muito da vida aqui na roça e acha que é uma vida de sofrimento. Veja só esse caso: tem uma menina que faz a faculdade comigo que tem um filho que acompanha ela desde o começo do curso.
...continue lendo

Meus filhos 07abr

Meus filhos

‘Meus filhos são minha maior riqueza, são aquilo que me motiva a levantar todos os dias e seguir trabalhando e lutando. Tenho 3,esses dois mais um que tá lá com a mãe. Pra 24 anos tá bom, não tá ?’

Famílias em crise 01abr

Famílias em crise

‘Nossa famílias, que passam por uma grande desarrumação social e conjugal, são a base de nossa sociedade. Mas é preciso pensar e lembrar de Maria, José e Jesus caminhando, peregrinando juntos até Jerusalém e hoje, nossa famílias, hoje. Pais e filhos, nesse peregrinação. Peregrinação mesmo, em todos os sentidos pois toda nossa vida é um
...continue lendo

Madeira de lei 31mar

Madeira de lei

‘Umburana meu filho, trabalho só com ela mas é difícil de achar que só. A gente aproveita as que já tá morta, entendeu? Se o cabra saber usar é madeira que não da bicho de jeito nenhum ! Tem que tirar a parte branca sabe, deixar só o miolo mesmo. Esses tempos começamos a usar
...continue lendo

Samba do Véio 28mar

Samba do Véio

Dediquei minha vida ao Samba de Velho, tradição nossa aqui dessa ilha. Quando eu comecei há tempos que o samba tinha começado. É algo de muito, mas muito tempo mesmo. Dos mais velhos. Hoje está perdendo força com as criança, mas no meu tempo era a brincadeira que nóis tinha porque não tinha essas brincadeira
...continue lendo

Pife da vida 01mar

Pife da vida

‘Aqui já teve pife quando eu era bem pequeninho, ouvíamos o pessoal tocar ali na casa do finado Amélio. A gente ouvia tocar e ficava fascinado, visse. Ai passaram uns anos e lá pelos meados de 1983, nóis tava numa festa – eu, meu pai,meu tio e mais um bucado de pescador. Ai me veio
...continue lendo

Sair pra rua 26fev

Sair pra rua

‘Espero que o povo acorde meu filho, pra que deixemos de ter essa postura de enrolar tudo até que as coisas caiam no esquecimento. Temos que aprender sair da rua pra que as autoridades acordem. É muita inocência achar que elas vão acordar sozinhas, ninguém acorda sozinho. Só acordamos com grito e barulho. Nós viemos
...continue lendo

Ser da praça 26fev

Ser da praça

‘Sou uma pessoa muito alegre, muito feliz, por isso adoro trabalhar na praça. É bom porque conheço muita gente sabe. Isso é bom demais porque ai todo lugar que vou eu conheço gente, porque gente de todo lugar passa na praça.’

22fev

Impunidade e justiça

‘A cidade está muito solta, muito impune. Mataram essa menina ai dentro da escola, coisa de louco. Imaginem que no meio da festa esse pai encontrou a filha morta. Isso surpreende porque a cidade é tranquila, de gente do bem. Não é normal isso, não acontece nunca e acho que por isso o se tornou
...continue lendo

Cultura do povo 19fev

Cultura do povo

‘Tem coisas muito doidas acontecendo nessa ilha ultimamente. Temos uma tradição do Samba de Velho, que é um samba bem antigo e uma das coisas mais lindas que já vi. Assim como tem samba de roda, samba de boi, aqui nasceu o Samba de Velho. Era, no passado, coisa pouca, sem muita força quando começou.
...continue lendo

09fev

Gosto de viver

‘A coisa que eu mais gosto da vida é viver.’