Pernambuco

Você está aqui:
TODOS
Dinheiro do mundo 05fev

Dinheiro do mundo

‘Dinheiro é o mal do mundo. Ele pode até dar ilusão que é uma coisa boa, mas a pessoa passa a viver pra ele e as outras pessoas passam a te ver através dele. Parece que você deixa de ser humano e passa a ser dinheiro.’

04fev

Duro dinheirinho

‘Eu aqui vendo de tudo pra ganhar meu dinheirinho. É duro , não dá muito não, mas é honesto e pra mim isso é o que vale’

Buscando artesanato 29jan

Buscando artesanato

‘Trabalho na prefeitura já fazem 30 anos, sempre ligada aqui com esse pessoal do artesanato. Porque eu também sou artesã, também gosto da arte. Originalmente eu trabalhava na Secretaria de Educação, mas com não dava pra fazer minhas coisas pedi pra mudar achando que viria aqui pra fazer o que eu gosto. Mas nada, cheguei
...continue lendo

26jan

Tocando Caixa

‘Estou brincando de banda, tocado essas caixas. Um dia vou tocar um bateria bem grandona !’

Frustação MST 26jan

Frustação MST

‘Vim lá do Rio Grande do Sul pra Santa Maria, aqui no Pernambuco, porque me apaixonei pela cultural pernambucana. Quando vim na primeira vez foi em 1994, eu era do MST e vim fundar o movimento aqui na região. Tinha muita gente precisando na época e aqui não tinha ninguém do movimento ainda. Fiquei até
...continue lendo

Casinha e vida 24jan

Casinha e vida

‘Essas casinha aqui atrás é minha terrinha, comprei há 50 anos atrás. Sabe por quanto comprei ? 80 mil réis ! Era um dinheirão na época, ainda mais pra um cabra como eu que vendia cebola moço. Era barato, mas pra mim era muito dinheiro. Mas eu disse pra mim que com o dinheiro da
...continue lendo

Carregar da porra 15jan

Carregar da porra

‘ Carrego essa merda aqui o dia todo, todo dia, pra ganhar uma merreca. Aí vou lá no mercado e ouço esse povo que trabalha em escritório reclamando da vida. Manda o cabra um dia aqui carregar essas coisas aqui um dia só pra ver se vai reclamar de novo de ficar lá no escritório.’

Cantar o São Francisco 14jan

Cantar o São Francisco

‘Sou poeta, e grande parte da minhas músicas são homenagem ao meu querido rio São Francisco, olha só essa última que fiz, deixa eu cantar: (Clique aqui para ouvir a música) Estão brincando com meu rio São Francisco, Pouco se importam com o tamanho da sua dor, O velho chico está sangrando, está morrendo E
...continue lendo

Fechar o bar 21set

Fechar o bar

‘Tem coisa q é foda, acredita que o Ministério Público quer fechar os bares da cidade ? Vou lá na reunião agora, por isso não tenho muito tempo para te explicar, mas tira foto ai rapidinho e escreve esse absurdo pra que todos saibam. Quando vierem pra Olinda e não achar um barzinho aqui no
...continue lendo

25ago

Deus inquietador

‘Deus inquieta o homem filho. Ele quer que cheguemos mais perto dele e a vezes nos afasta das nossas coisas por um tempo para nos testar. Eu não entendo bem o porque ele me afastou das minhas paixões, mas isso é porque ainda não o encontrei de verdade. A hora que achar eu volto a
...continue lendo

19ago

Necessidade de pintar

‘Comecei a pintar com carvão nas ruas do Recife muitos anos tarás. Ai daqui a pouco começou a juntar gente e percebi que eu tinha jeito pra coisa. Eu tinha 19 anos na época e tive que enfrentar muitos obstáculos porque as pessoas aqui não entendiam. ‘Como assim, vai ser artista ?’, me perguntavam. Mas
...continue lendo

Arte do painho 09ago

Arte do painho

‘Sou o único filho do meu pai que continuou com a arte no barro. Faço isso desde 1947 então ja deu pra aprender um pouco ‘vissi ‘ ? Agora eu passei isso pros meus 13 filhos e meus 18 netos, assim espero mais deles continuem a tradição que painho começou. Hoje o povo valoriza mais
...continue lendo

Monge 03ago

Monge

‘Sou monge há 40 anos sempre aqui no monasterio de São Bento, que fica bem longe do interior de São Paulo, aonde cresci. Cresci lá e foi lá que conheci Deus e fiz os votos. Fiz os votos para dedicar minha vida a Deus, dedicar minha passagem aqui na terra ao crescimento espiritual e evolução.
...continue lendo

29jul

Porrada do Natal

‘Moço o natal foi uma porrada, não tinha movimento nenhum ! Por causa dessa roubalheira da Petrobras as pessoas estão sem dinheiro, tem um monte de gente que não recebeu e se não receber não compra nada não. Oxe, eu não tenho estudo mas não sou burra né , vejo essa coisa toda no jornal
...continue lendo

24jul

Legado de familia

‘Essa loja tem 152 anos, é uma das mais tradicionais da ciada. Começou com meu avô, eu tenho a honra de estar aqui faz muito tempo, quase 50 anos, e agora preparo meu filho para continuar com o legado.’

16jul

Durezas da vida

‘Minha vida é muito dura filho. O pessoal olha essa cidade histórica, com tanta belezas e riquezas, e esquece que ali embaixo, fora da vista dele, tem gente que sofre. Ali a vida é complicada e criar os filhos é um desafio maior do que você imagina. Eu trabalho aqui vendendo água pra não roubar,
...continue lendo

25jun

Rostos e Cores

‘Minha arte é dominada mesmo pelos rostos. Não sei bem porque comecei com isso não, são as coisas que vem assim na minha cabeça e eu pinto. Não pergunto nem problemático muito minha arte, deixo ela vir do jeito que a alma expressa. Talvez tem que achar alguém pra me estudar e entender isso.’

22jun

Casas e cores

‘Meu grande orgulho são as nossas casas e sua cores. Aqui no sertão você não acha mais cidade bonita assim não . Eu vim pra cá fazem mais de 20 anos. Foi meu trabalho que me trouxe, eu era diretor de uma empresa e fui transferido de Recife pra cá. No começo fiquei triste porque
...continue lendo

15jun

Olhar para o céu

‘ Amo minha cidade, tem belezas que só vendo mesmo viu. Sabe o que é mais estranho ? Infelizmente pessoas não dão o valor que ela merece, caminham olhando para baixo e pro celular ao invés de olhar para cima e olhar os lindos prédios e abençoado céu da nossa cidade. Se olhassem mais pra
...continue lendo

31mai

Os gatos da mainha

‘ Tem um gato que vem aqui fazem muitos anos. Já deu 4 barrigas já, a primeira teve oito filhotes e eu não  sabia o que fazer. Resolvi levar eles até um homem que cuida de gatos lá perto do mercado, que é bem longe daqui. Fui lá …. levei com os olhos cheios de
...continue lendo