Religioso

Você está aqui:
TODOS
Aprender e ensinar 24out

Aprender e ensinar

“Meu nome é Mariana dos Santos Trombetta, tenho 28 anos, sou casada há quase 5. Agora aqui na casa de caridade estou a 13 anos. Aqui eu já fiquei na cozinha ajudando na sopa, já fiquei no berçário com as crianças, a gente já deu aula de computação juntos. Também gosto muito de vir na
...continue lendo

Vida de Santo 01set

Vida de Santo

“Me chamo Luiz, mais conhecido pelo meu nome de santo, Toloji. Minha caminhada nesse mundo começou quando eu tinha um amigo, aqui em Campinas, que frequentava a Umbanda. Antes eu era católico, minha família muito católica, mas tinha algumas coisas que não dava pra gente conceber dentro do catolicismo como, por exemplo, o fato de
...continue lendo

A molecada 11ago

A molecada

“José Alexandre Mendes, tenho 50 anos, devo parecer ter uns 80 mas é só 50. Frequento a casa aqui há muitos anos, já fui católico, já cantei em coral de igreja e recentemente sou um aposentado. Pra mim vir aqui é uma terapia em grupo, uma satisfação poder ver a juventude, a molecada, eu me
...continue lendo

Espiritismo em grupo 28jul

Espiritismo em grupo

“Eu sou o João Vitor, atualmente moro em Campinas mas nasci em Valinhos. Tenho 31 anos, venho na casa desde que eu nasci praticamente. Fiquei um tempo afastado mas depois voltei pois pra mim participar desse grupo é muito bom, satisfatório e a gente aprende muito aqui. A gente aprende juntos, cada um com seus
...continue lendo

Deus o bom 12jul

Deus o bom

“Meu nome é Beatriz Maria de Souza Rodrigues, tenho 29 anos. Mexo em cabelo, vendo bolo na Comunidade Aldeia, né, vendo coxinha, pastel, pra poder sobreviver. Essa vida aqui é bem difícil, tem muitas mães necessitando emprego. Aliás emprego é a coisa que mais faz falta pro pessoal sabe. As pessoas quando sabem que somos
...continue lendo

Fé da Bahia 08jul

Fé da Bahia

“Aurelina Naltério de Brito, tenho 85 anos e faz um mês que cheguei da Bahia. Sou de uma família de 4 filhos, duas meninas e dois meninos. Todos lá de Maracás. Já ouviu falar? Fica no interior da Bahia, nossa terra era pra lá de Maracás. A vida lá foi dura então eu e a
...continue lendo

Sonhos da pastora 02jul

Sonhos da pastora

“Meu nome é Gilvaneide Maria de Souza Reis, eu tenho 40 anos, eu moro aqui há 7 anos e sou pastora há 2 anos aqui, eu era missionária e agora sou pastora. A experiência de ser pastora ‘tá’ sendo gratificante, a gente tem visto coisas maravilhosas que Deus tem feito aqui, resgatando as pessoas das drogas.
...continue lendo

Aprendi a viver 27jun

Aprendi a viver

“Com a minha religião aprendi muita coisa. Aprendi a respeitar, conviver com as pessoas, a dividir, compartilhar, ser humilde. Isso foi ainda mais forte porque esses aprendizados vieram em um terreiro que fica dentro de uma ocupação. Então por todo, pelas dinâmicas de uma ocupação, temos que dividir e ajudar. Tudo isso eu aprendi aqui.
...continue lendo

Mãe e família 19jun

Mãe e família

“Meu nome é Ana Maria, tenho 35 anos e moro aqui na comunidade da Prainha. Quando eu tinha 8 anos de idade vivi uma das mais marcantes experiências da minha vida. Foi quando minha mãe, que não tinha conhecimento, educação e não tinha emprego, não tinha perdeu 3 filhos. Nós éramos em 7 crianças, todos filhos
...continue lendo

Folia do passado 14jun

Folia do passado

“A passagem do Divino pela minha casa me toca profundamente. Me toca porque minha família é caiçara, meus pais, meus avós, meus bisavós, todos de Ubatuba, e isso vem de raiz. Então eu cresci recebendo na minha casa. Minha mãe sempre recebeu, pra tomar um café, pra abençoar a casa, então é uma cultura que
...continue lendo

Caminho de Deus 14jun

Caminho de Deus

“Minha história é complicada, sou o caçula da minha família, perdi meus pais cedo, a gente morava num barraco e foi aquela dificuldade toda. Os irmãos todos se ajudando, quando eu tinha mais ou menos 13 anos conheci as drogas: maconha, cocaína. Comecei a virar um dependente químico, comecei a bebe muito. Eu bebia que
...continue lendo

Cabelo de Deus 10jun

Cabelo de Deus

“Leandro dos Santos, tenho 27 anos, tive um passado turbulento e até me envolvi com o tráfico de drogas. Com 16 anos eu já morava aqui sozinho, era Mc, cantava funk e a partir desse meio comecei usar drogas. Comecei a mudar de caminho quando engravidei uma pessoa, ela veio morar comigo e mesmo assim
...continue lendo

Fé e Família 07jun

Fé e Família

“Desde minha infância tenho uma relação com a Folia do Divino. É algo que vem muito da minha família, por parte da minha mãe e do meu pai, dos meus antepassados, eles eram festeiros do Divino na cidade, faziam festas, e isso era uma tradição. Divino, Divino. Quando eu vim pra essa praia aqui, há
...continue lendo

Vida do meu pai 06jun

Vida do meu pai

“Nasci em 1946, dia 28 de julho de 1946 e costumo dizer que foi ali que começou minha relação com a Folia do Divino. Ela é importante, é um respaldo que meu pai deixou. Com ela vem não só minha fé, mas a memória do meu pai, que foi folião muitos anos.”

Força da Independência 31mai

Força da Independência

“Sou Benjamim Marcelino da Silva Júnior, ‘tô’ com 44 anos com essa carinha de 20. Nasci no dia 14 de fevereiro, nasci de 6 meses. Em 73 isso era um baque, com 2 meses de nascido um médico atestou minha morte, fiquei 3h em cima da pedra de gelo de Santo Amaro. Aí nisso minha
...continue lendo

Locutor de sonhos 31mai

Locutor de sonhos

“Meu nome é João Sousa, eu sou locutor da cidade, eu tenho 61 anos. Faço esse trabalho há 25 anos, um trabalho desse romeiro que chega a terra de Bom Jesus, esse romeiro que vem pra cá pra renovar a fé. A gente recebe o romeiro lá na entrada da cidade, a gente recebe o
...continue lendo

Casa espirita 22mai

Casa espirita

“Eu praticamente cresci dentro de uma casa espirita, então é muito bacana, porquê além de aprender, a gente criou laços, então a gente faz coisas fora, é muito legal, é uma terapia em grupo.”

Ocupação e Orixá 18mai

Ocupação e Orixá

“Viver na ocupação Vila Some, aqui é um lugar que a gente aprende de tudo, sobre tudo o respeito e respeitar os outros, porquê aqui é uma comunidade, entendeu? Um respeitando o outro é o único modo de manter uma ocupação viva. Quando a gente precisa de água, de asfalto, apesar do povo querer tirar
...continue lendo

Guias e Deus 21mar

Guias e Deus

“Guias, fios de conta, contra egum, ojá, saia, o branco, o canto, o rito. Este é o Deus que carrego em mim! Pelo dia de hoje, louvado seja Deus.”

Lições da vida 08ago

Lições da vida

‘Já sofri muito preconceito por ser morador de rua. Mas muito mesmo, ainda hoje em dia percebo que as pessoas olham com olhar diferente com quem mora na rua. Hoje vivo aqui na Igreja ajudando outras pessoas que vem da rua buscando uma ajuda. Pessoas que passam o que eu já passei mas que tem
...continue lendo