Valinhenses

Você está aqui:
TODOS
Vida na arte 10jan

Vida na arte

‘Eu tinha 14 anos quando comecei a me envolver com arte. Foi graças a uma vizinha, que comentou que iria começar um curso e eu acabei indo junto. Na época eu não conhecia nada, eu era uma menina ainda. Era um curso difícil mas apaixonante e portanto, quando fiz 18 anos, precisei decidir o que
...continue lendo

Ser Juiz | Retratos Brasileiros 08jan

Ser Juiz | Retratos Brasileiros

‘Quando crescer quero ser Juiz. Juiz. Sabe porque ? Porquê minha mãe foi em um por causa do meu irmãozinho. Então por isso quero ser juiz.’

Pedreira de Valinhos 06jan

Pedreira de Valinhos

“Meu nome é Jonathas Fernandes da Silva conhecido também como John, Jonas, Negão ou Star. Nasci em Niterói RJ mas me considero valinhense, pois desde os 3 anos resido em Valinhos, escolhi a pedreira como meu lugar pois como vegano minha maior conexão é com a natureza. Este lugar me traz o silêncio e a
...continue lendo

Família Skate 05jan

Família Skate

“Artur Bernardes Damo, 39 anos de idade, filósofo de formação, skatista desde 1985, naturalizado valinhense e morador da proximidade central da cidade. Meu local predileto para a prática do esporte de coração, é o Half-pipe que se encontra no Parque Municipal Mon Senhor Bruno Nardini, também participo como colaborador no projeto Skate Constrói, que acontece
...continue lendo

Gostar de cor 17ago

Gostar de cor

“Pintura, artesanato, desenho. Essas coisas eu gosto. Gosto de cor.”

Gosto da vida 13ago

Gosto da vida

“Sou José Carlos Pereira, gosto de duas coisas teatro e jogar bola. Gosto quando as pessoas batem palma no espetáculo do teatro. Gosto das risadas do futebol.”

A molecada 11ago

A molecada

“José Alexandre Mendes, tenho 50 anos, devo parecer ter uns 80 mas é só 50. Frequento a casa aqui há muitos anos, já fui católico, já cantei em coral de igreja e recentemente sou um aposentado. Pra mim vir aqui é uma terapia em grupo, uma satisfação poder ver a juventude, a molecada, eu me
...continue lendo

Servir e proteger 31jul

Servir e proteger

“Bruno Lima Medeiros, tenho 42 anos, ‘tô’ na guarda vai fazer 20 anos, desde 99. Eu sempre trabalhei na área de segurança, fiquei 2 anos e meio no exército brasileiro, depois trabalhei na vigilância privada e depois passei no Concurso Público na Guarda. Esses 20 anos foram interessantes, experiências em cima de experiências. Quando eu
...continue lendo

Ser humanizado 12jun

Ser humanizado

“Eu gosto de vir aqui porquê além de aprender a costura pra poder fazer os trabalhinhos em casa, agora eu tenho uma netinha, eu pretendo fazer roupinhas pra ela. Também pelas amizades, pela conversa, a gente passa umas horas muito boas, faz amizade, troca ideia, fica bem humanizado.”

Muay Thay 08mai

Muay Thay

“O Muay Thay para mim é o Caminho da boa vida, caminho do bem e da amizade. Treino Muay Thay a 15 anos e a cada ano eu melhoro mais minha vida em razão dos treinamentos, melhora meu espírito. Sou competidor profissional desde 2007. Professor Grau Preto desde 2008. E hoje estou no Time do Fernando
...continue lendo

Vida na arte 24abr

Vida na arte

“Eu tinha 14 anos quando comecei a me envolver com arte. Foi graças a uma vizinha, que comentou que iria começar um curso e eu acabei indo junto. Na época eu não conhecia nada, eu era uma menina ainda. Era um curso difícil mas apaixonante e portanto, quando fiz 18 anos, precisei decidir o que
...continue lendo

Cozinhar e vencer 15abr

Cozinhar e vencer

“Meu nome é Miguel Arcanjo Catalano Filho, mais conhecido como Miguel Catalano. Faço parte da história de Valinhos já que vim pra cidade quando eu tinha 1 ano de idade e, pra chegar até aqui, muitas coisas aconteceram né? Perdi pai e mãe muito cedo e sempre convivi muito com a minha avó, mesmo estando
...continue lendo

Espelhos da Alma 14abr

Espelhos da Alma

“Os espelhos refletem a verdadeira essência da alma, e assim esses refletem a minha essência, a minha arte. Sou Mateus Lobo, nascido em Campinas, em 1997, por questão de maternidade mesmo, mas desde sempre morador da cidade do figo roxo. Cidade pela qual tenho maior paixão e orgulho, cidade que vi os altos e baixos
...continue lendo

Vida do Teatro 11abr

Vida do Teatro

“Eu, Thais Quadros, nasci em Campinas, mas com 17 anos vim morar em Valinhos e aí começou a minha caminhada. Faltando 2 dias para completar 18 anos descobri que tinha diabetes, foi então que entrei no Teatro e fui muito bem acolhida por todos e foi no Centro Cultural que descobri em que profissão seguir.
...continue lendo

Aprender respeito 10abr

Aprender respeito

“Durante anos fui vigiado e vigiei Santa Luzia e Santa Rita, fixadas no alto das paredes da casa da minha avó Ermelinda. Troquei olhares com outras imagens nas igrejas e capelinhas e aos poucos passei a gostar dos santos, do seu colorido, da composição dos gestos e do olhar. Vivi manhãs de diversão, correndo pelas
...continue lendo

Transformar e mudar 08abr

Transformar e mudar

“Tivemos a ideia de fazer um sarau com as pessoas que frequentam o Caps Ad pouco tempo atrás. Foi na verdade eu que dei a ideia principal quando a gente ‘tava’ fazendo a oficina de música e a gente percebeu que era sempre dentro do Caps e tal, era uma coisa meio rígida e tal,
...continue lendo

Valinhos 08abr

Valinhos

“Olá! Meu nome é Rinaldo de Paula. Sou de Valinhos e sempre morei aqui. Valinhos representa pra mim uma cidade pequena, mas forte. Tem muito potencial para se desenvolver ainda. Mas desenvolver com qualidade principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento humano.”

População valinhense 07abr

População valinhense

“Meu nome é Aline Pagnota de Souza Paula. Sempre morei em Valinhos. Meus pais também são daqui. Vivi num ambiente muito musical. Meu pai cantava com seus amigos em serenatas que faziam pela cidade, ele também cantava no antigo “Valinhos Clube” na época dos Anos Dourados daquele lugar. Então conheci muita gente desse meio musical.
...continue lendo

Vida em Valinhos 05abr

Vida em Valinhos

“Meu nome é Isabella Pagnota, mas muitos me chamam de Isa. Nasci em Valinhos aos 14 de Outubro de 2005 e cresci aqui e atualmente estou com 11 anos de idade. Gosto muito dessa cidade. Aqui moram a maioria de meus familiares e meus amigos. Valinhos é uma cidade tranquila apesar de ter crescido muito
...continue lendo

Fusca Amarelo 24mar

Fusca Amarelo

“Memória afetiva, o fusca na minha vida está ligado a diversos momentos: descobertas, viagem, aprender a dirigir, namoro, família, filhos etc. Tenho a grata satisfação de ainda poder dirigir um, ainda mais o “Pigmeu Amarelo”, da minha mãe, um senhor de 44 anos, com o qual celebro a vida e as emoções que a permeiam.
...continue lendo