Valinhos

Você está aqui:
TODOS
Números 25set

Números

“Sou Bruna de Oliveira Rego, 24 anos. ‘Tô’ aqui nesse trabalho há 10 meses. Eu trabalhava numa empresa só de faturamento, o trabalho englobava um pouco mais de funções. Mas com a crise me dispensaram e fiquei 1 ano desempregada e aí surgiu oportunidade aqui na Asten. Sabe o que me fascina no meu trabalho?
...continue lendo

Vila Santana 10set

Vila Santana

“Me chamo Agnaldo Moraes, sou aqui da Vila Santana, em Valinhos, e a maior lembrança que tenho é do campo de bocha do Clube Operário. O campo era precário, velho e sujo mas era divertido, gostoso, uma animação total. Depois foi feito o Supermercado Caetano e a bocha passou mais para a frente. Eu digo
...continue lendo

Costura da alegria 29ago

Costura da alegria

“Participar de uma casa de caridade como essa faz muito bem, sabe. É bom para distrair minha cabeça, minha depressão e foi aonde eu me encontrei: na costura. Aqui a gente passa a parte da manhã do sábado, bem gostoso, a gente ri, diverte, desabafa, faz novos amigos. A gente faz bem e recebe o
...continue lendo

Exemplo dos irmãos 26ago

Exemplo dos irmãos

“Sou o mais velho de cinco irmãos. Todos nós estudamos, mas eu além disso tenho que ser o exemplo deles.”

Lembranças de Valinhos 25ago

Lembranças de Valinhos

“Eu nasci em 1962 e tenho muitas lembranças da Rua Sete de Setembro, principalmente dos carnavais, desfilei desde os 10 anos de idade na Águias da Avenida. Já com o futebol, joguei só no Rigesa, onde ganhei vários campeonatos, jogava de centroavante e tinha muita rivalidade aqui na cidade. Infelizmente Valinhos preservou pouco sua história
...continue lendo

Gostar de cor 17ago

Gostar de cor

“Pintura, artesanato, desenho. Essas coisas eu gosto. Gosto de cor.”

Gosto da vida 13ago

Gosto da vida

“Sou José Carlos Pereira, gosto de duas coisas teatro e jogar bola. Gosto quando as pessoas batem palma no espetáculo do teatro. Gosto das risadas do futebol.”

A molecada 11ago

A molecada

“José Alexandre Mendes, tenho 50 anos, devo parecer ter uns 80 mas é só 50. Frequento a casa aqui há muitos anos, já fui católico, já cantei em coral de igreja e recentemente sou um aposentado. Pra mim vir aqui é uma terapia em grupo, uma satisfação poder ver a juventude, a molecada, eu me
...continue lendo

Bóia Fria 04ago

Bóia Fria

“Sou Maria de Lourdes Alves Pereira, 50 anos. Já fiz muita coisa na vida, meu filho. Comecei trabalhando como bóia fria, carpia soja, carpia trigo, carpia café. Era muito difícil, muito mesmo. Só quem já foi sabe o quanto é difícil, mas você faz isso pelos filhos, né? O pior é que apesar de difícil
...continue lendo

Servir e proteger 31jul

Servir e proteger

“Bruno Lima Medeiros, tenho 42 anos, ‘tô’ na guarda vai fazer 20 anos, desde 99. Eu sempre trabalhei na área de segurança, fiquei 2 anos e meio no exército brasileiro, depois trabalhei na vigilância privada e depois passei no Concurso Público na Guarda. Esses 20 anos foram interessantes, experiências em cima de experiências. Quando eu
...continue lendo

Espiritismo em grupo 28jul

Espiritismo em grupo

“Eu sou o João Vitor, atualmente moro em Campinas mas nasci em Valinhos. Tenho 31 anos, venho na casa desde que eu nasci praticamente. Fiquei um tempo afastado mas depois voltei pois pra mim participar desse grupo é muito bom, satisfatório e a gente aprende muito aqui. A gente aprende juntos, cada um com seus
...continue lendo

Anos de Asten 21jul

Anos de Asten

“Claudemir Antônio Biazoli, tenho a idade de 49 anos. Entrei aqui com 16 anos, pelo Senai na época. Entrei na área de montagem mas passei por muitas outras áreas nesses anos todos de empresa. Cheguei a trabalhar no laboratório, depois recebi um convite pra trabalhar na qualidade e depois na área de desenvolvimento dos motores,
...continue lendo

Meus amores 16jul

Meus amores

“Um dia eu ‘tava’ um dia no hospital com o meu menino quando vi o Conselho Tutelar baixar lá e levar uma menina embora. Fiquei angustiada e fui atrás de quem era. A menininha ficou 5 meses no orfanato e quando eu cheguei lá e tirei ela tinha 7 meses de vida. Ou seja, quase
...continue lendo

Atacante de amanhã 14jul

Atacante de amanhã

“Meu nome é Guilherme e eu sempre venho aqui no centro fazer atividades. Gosto bastante. Me prepara para eu atingir meu sonho de ser uma atacante de futebol igual ao Neymar.”

Sangue e injeção 08jul

Sangue e injeção

“Médica, vou ser médica. Não tenho medo nem de sangue nem de injeção.”

Mudança constante 13jun

Mudança constante

“Meu nome é Gustavo Carvalho Mendes, eu tenho 19 anos. Atualmente eu faço psicologia em Campinas mesmo. Frequento a Casa de Caridade Irmã Vera Cruz desde que eu tenho 7 anos e eu acho que é sempre uma mudança constante, porquê mesmo sempre vindo toda semana a gente sempre aprende uma coisa nova, é sempre
...continue lendo

Ser humanizado 12jun

Ser humanizado

“Eu gosto de vir aqui porquê além de aprender a costura pra poder fazer os trabalhinhos em casa, agora eu tenho uma netinha, eu pretendo fazer roupinhas pra ela. Também pelas amizades, pela conversa, a gente passa umas horas muito boas, faz amizade, troca ideia, fica bem humanizado.”

Ser juiz 29mai

Ser juiz

“Quando crescer quero ser Juiz! Sabe porque? Porquê minha mãe foi em um por causa do meu irmãozinho. Então por isso quero ser juiz.”

Crescer estilista 26mai

Crescer estilista

“Já faz muito tempo que decidi: quando crescer quero ser estilista.”

Grande Sonho 23mai

Grande Sonho

“Meu grande sonho é fazer medicina, sabe, me formar médica. Acho que isso nasceu muito porque meu pai tinha medo de tomar agulhada, não sei, mas isso me marcou muito. Enfim, quero ser médica.”